2 semanas depois...

Nem dá para acreditar que 2 semanas se passaram desde que comecei a trabalhar. A primeira semana foi complicada, porque tive treinamento que foi super cansativo e o tempo inteiro fica aquele medinho se realmente está fazendo a coisa certa. A avaliação chegou e disse que estou indo bem e pra continuar neste ritmo. O problema é que como trabalho o dia inteiro em frente ao computador, quando termino o trabalho desligo e não quero ficar mais em frente de nenhuma tela, seja computador, televisão ou celuluar... o que é bom porque vai me empurrando para fazer outras atividades que gosto muito como ler e ir caminhar com o meu marido.
E depois destas duas semanas de trabalho, eu comecei a pensar na minha vida profissional e milhões de perguntas começaram a rodear a minha cabeça e eu fiquei em dúvida se estou tomando o caminho certo ou não. O problema é que estou bem feliz e tranquila com esta vida "alternativa", ou seja, que não é comum para a maioria das pessoas que me conhecem e eu sinto uma pressão (não sei se é verdadeira ou coisa da minha cabeça) de que eu deveria estar trabalhando em tempo integral, fora de casa, numa empresa grande e ganhando salário de gente grande. E aí eu penso se estou me contentando com pouco ou se isto é bom pra mim e pronto.
Outra dúvida que tem martelado muito a minha cabeça é sobre a minha gradução que está pela metade... eu me recusei a continuar estudando se eu tivesse que pagar como não-residente já que é 10x mais caro do que um residente paga. Mas aí penso se vale a pena pegar um diploma de "tecnóloga" quando já tenho bacharelado, ou se vou procurar um mestrado ou curso de especialização. Tudo tem os prós e também os contras, o problema é que talvez esteja tentando prever o que será melhor e mais útil no futuro, mas não consigo decidir o que fazer.
De qualquer forma, hoje o marido comprou um bilhete da loteria e quem sabe, eu não preciso pensar em mais nada, só no que fazer com alguns milhões na minha conta bancária :-)

Comments

  1. haha, Oi Eliana!!! Queria dar os Parabens de novo pelo trabalho. Vi este post agora e queria te dizer... estes pensamento contraditorios sao normais. Acho que todos nos passamos por essas duvidas... o que nada mais sao do que uma "avaliacao" das situacoes. Nao eh porque voce queria muito este emprego que voce tem que estar feliz com tudo e nao ter duvidas, mas ao mesmo tempo, nao deixe essas duvidas tirarem voce do foco. Voce pode nao saber qual seu foco eh neste momento, mas meu conselho eh: "aproveitar este momento". Pode nao ser o que voce quer, mas sera uma experiencia, um passo, algo a acrescentar em voce e no seu curriculum. E conforme o tempo for passando voce vai pensando no que quer fazer. Pense que isso eh um objetivo alcancado, objetivo temporario talvez, mas que voce conseguiu depois de um tempo procurando, esperando. Entao tira vantagem deste momento e deste emprego pra depois voce ter uma base maior pra procurar aquilo que voce decidir que quer. A vida eh assim, soh "experimentando" que saberemos se gostamos ou nao. Nao pense que voce esta se "contentando com pouco". Todas as experiencias sao validas. E nao ha nada de errado em aproveitar cada uma, e depois construir algo maior e melhor encima delas.

    Boa sorte!! Beijinho

    ReplyDelete
  2. Ahhh Nani! Muito obrigada pelo conselho, serviu como uma luva. Acho que as vezes deixo a ansiedade bater a porta e não aproveito muito o momento que estou vivendo, apesar de ser muito agradecida por toda esta conquista.

    ReplyDelete
  3. Eliana, engrosso o coro da Nani, um dia de cada vez! E' dificil, mas don't overthink! As duvidas nos mantem interessada, so n deixem elas te congelarem! Bjss

    ReplyDelete
  4. Oi Eliana, forca ai menina!!!! Concordo com o que a Nani disse. Eh bem assim, quando a gente conquista um objetivo, nos perguntamos se estamos certos. Temos que dar um passo de cada vez, se nao deu certo, ao menos foi uma experiencia.
    Acho que vc fez super certo em parar a faculdade, pagar out of state tuition eh um absurdo. Eu tenho a vantage que minha scholarship cobre, mas se eu tivesse esse dinheiro pra mim, daria pra fazer tanta coisa. Ja, ja voce vira residente e volta a estudar :)


    Beijos

    ReplyDelete
  5. Aline, Fernanda: obrigada pelas palavras! É dose, mas acho que tem que dar um passo de cada vez e ficar pensando nas mil hipóteses e caminhos só vai me deixar maluca! Vamos aguardar até ano que vem e ver o que acontece, acredito que mesmo que não enxergue, estou indo na direção certa...

    ReplyDelete
  6. Oi! Minha primeira vez por aqui!
    Eu sei como vc se sente em relação aos estudos aqui nos EUA. Eu no Brasil tenho bacharelado e pós e comecei meu Associate agora, mas quero ir até o Bacharelado de novo, também acho que não vale a pena ter só o Associate. Mas como seria muito mais trabalhoso fazer outra especialização na minha área (que requer TOEFL, registro profissional aqui e etc), estou fazendo algo que é da mesma área, mas agora é administrativo, e pretendo beeeem mais pra frente fazer o Masters nisso, pq não?
    As pessoas pressionam sim, e eu acho que nós que estamos aqui vivendo isso não podemos nos deixar abater. Temos que ir atrás do que queremos, do que nos faz bem pq nós vamos enfrentar as consequências dos nossos atos.
    Depois volto com mais calma para ler os outros posts.
    Beijos e bom domingo

    ReplyDelete
  7. Oi Juliana! Obrigada pelo comentário!!
    Estudar por aqui dá uma frustração enorme, mas se quisermos ser "alguém" acho que este é o caminho... e conhecimento nunca é demais! Obrigada pelas palavras de incentivo e por compartilhar a sua experiência!

    ReplyDelete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe