Posts

Showing posts from July, 2014

Você vai sair dessa...

Image
Às vezes esta frase não traz nenhum conforto porque geralmente vem de alguém que simplesmente não sabe o que dizer pra você, provavelmente quando você está enfrentando um problema ou um obstáculo na vida. Num naqueles momentos onde a dor é maior do que a alegria de viver, o desespero é maior do que a esperança de que dias melhores virão. Escutei esta frase várias vezes, especialmente nos últimos meses. Eu sei como é, não são todos os dias que acordo feliz e cantando louvores com o que vejo. Porém, sexta-feira na cadeira do hospital, olhando ao meu redor e vendo outros pacientes a capa do livro com esta frase “Você vai sair dessa.” fez sentido pra mim. Fechei os meus olhos e me vi sozinha no leito de hospital desejando apenas um banho quentinho. Também me vi na minha própria cama, no escuro desejando apenas ter forças para caminhar lá fora, sair de casa e fazer as minhas atividades rotineiras como limpar, dirigir, fazer compras no mercado. Estou num lugar maravilhoso agora? De forma …

Quando é preciso deixar partir...

A lição mais difícil que tive que aprender na vida foi deixar pessoas partirem.
Sabe aquela famosa metáfora de que nossa vida é um trem e que pessoas entram e saem em determinadas estações? Pra mim, os meu trem se assemelharia ao metrô de SP na estação da Sé em horário de pico. Abarrotado. E mesmo assim, não queria que ninguém saísse.

Pois bem. Desde muito jovem eu me agarrava demais às pessoas. Sofria horrores por paixões não correspondidas. Por anos! Curei-me da minha primeira paixão - que foi não correspondida depois de uns 4 anos de rejeição após me apaixonar e ser rejeitada novamente e ficar sofrendo por mais uns 2 anos. E assim por diante. Gastei grande parte da minha juventude sofrendo porque quem eu gostava não gostava de mim. Mas eu tinha os meus amigos. E isto acabava compensando tudo, certo? Errado.

Por muito tempo na escola eu fui odiada pelos meus colegas porque era a CDF, a chata puxa-saco da professora (mesmo não sendo puxa-saco coisa nenhuma) que sempre tirava notas bo…

E a vida volta ao seu ritmo normal...

Adoro receber visitas em casa. Sempre gostei de reunir amigos em casa, fazer comida gostosa, preparar passeios, dar uma de guia turística, sentar no sofá por horas e horas e horas e horas a fio e conversar até altas horas da noite. A minha família é grande, então estava acostumada a sempre ter alguém aparecendo em casa sem avisar e a minha mãe recebendo a todos com alegria e sempre alguma coisa pra comer. Mas ter visitas em casa não tem sempre o lado bom e bonito, tem o lado ruim também. É extremamente cansativo, porque você corre de um lado para o outro o tempo inteiro para ter certeza de que todo mundo está bem alimentado, confortável e feliz.
Pois bem, nas últimas 2 semanas a família inteira do meu marido (pais, irmã e 2 sobrinhos) ficaram aqui em casa conosco, foram bons dias por um lado, mas extremamente cansativos e estressantes. Como ainda não estou 100% recuperada da crise de Lupus, acabei não aproveitando tanto a presença deles quanto gostaria e até fiquei um dia de cama bem …