Era onde queria estar...

Um dos meus lugares favoritos em San Francisco - Baker Beach

video

Walk to End Lupus San Francisco 2014

Hoje, pela primeira vez, participei de uma caminhada com uma causa - o de conscientização da Lupus. Tinha prometido para mim mesma quando estava internada no começo do ano que se minha saúde permitisse, eu estaria no Golden Gate Park participando desta caminhada.
Estava esperando um dia cinzento e frio, mas o dia foi lindo! O clima era bem caloroso e tinha em torno de umas 2.000 pessoas. Ao olhar aquelas pessoas fiquei contente que haviam muitos engajados na causa de angariar fundos para pesquisas que levem a descoberta da cura desta doença e de melhores tratamentos para os pacientes - já que todos disponíveis atualmente são altamente tóxicos.
Eu e minha amiga terminamos a caminhada de 5km em mais ou menos 2 horas, já que a gente ia caminhando tranquilamente, tirando várias fotos e aproveitando o dia.
Abaixo gostaria de compartilhar um pouco do evento...

Começo da caminhada

Porque eu caminho...

Passando pelo jardim botânico

Alguns dos participantes

Jardim Botânico no Golden Gate Park

Eleições presidenciais em San Francisco

Domingo estava um dia lindo em San Francisco. Um pouco quente demais para o meu gosto, mas o dia perfeito de verão - comuns nos meses de setembro/outubro aqui na região.
Acordei super animada para ir para o Consulado votar e fui pra lá sem pressa alguma pois achei que seria bem movimentado mas tranquilo.
Estacionei na estação de metrô mais próxima de casa e fui para o centro de San Francisco de BART, já que tem uma estação bem próxima do consulado. Eu e o meu marido fomos caminhando tranquilamente, até eu chegar na rua próxima do consulado e ver a fila G-I-G-A-N-T-E que dava volta no quarteirão!
Era mais ou menos meio dia e o meu marido falou para eu desistir, mas não tinha como! Já estava ali! Tentei animá-lo dizendo que o ato de votar em si não demora mais do que alguns segundos e lá fomos para a fila... 1h30min depois nós conseguimos entrar no prédio para pegar o elevador e ir até o terceiro andar, onde fica o consulado. A fila era para entrar no prédio e eles foram bem organizados para as pessoas entrarem e saírem dos elevadores. As pessoas estavam animadas, todas pareciam não se incomodar tanto com a fila, batendo papo e fazendo amigos de infância durante a espera...
Chegando dentro do consulado haviam várias "seções", mesas com as urnas eletrônicas. E só havia uma pessoa na minha frente. Infelizmente o meu marido não pôde entrar, ele estava super curioso para ver as urnas e como funcionava o voto.
Acho que fomos a nossa costa foi a última zona a ser fechada e apurada, junto com Vancouver por causa do fuso horário, por isto na volta para casa a maioria dos votos já haviam sido apurados e eu desacreditei totalmente nos resultados que via... ainda não consigo entender como as pessoas gritam e protestam e pedem mudanças mas na hora de fazer algo de concreto para mudar a situação nada muda!  Mas não vou discutir política por aqui. Dia 26 de outubro tentarei fugir da fila, mas estarei mais uma vez presente para fazer a diferença para o meu querido país.
O meu marido queria muito comer comida brasileira mas imaginamos que a maior parte dos brasileiros naquela fila iriam acabar em um ou outro restaurante brasileiro da cidade, então decidimos caminhar até o Ferry Building que tem vários restaurantes e barraquinhas. Gosto tanto da praça em frente ao Ferry Building, tem uma feirinha hippie com várias coisas interessantes para se ver: pinturas, roupas, bijuterias, lembrancinhas... o meu marido comprou uma torta e eu comi um sanduíche do lado de fora olhando as balsas e a movimentação e ouvindo português por todos os cantos também :-).
Antes de ir embora fomos até o pier 7, um dos meus lugares favoritos da cidade, posso ficar lá por horas a fio, mas o calor estava tão grande que tomamos um sorvete e retornamos para casa exaustos!

Fila para votação em San Francisco

Ferry Building - San Francisco

Em frente ao Ferry Building San Francisco
Pier 7 - San Francico (um dos meus lugares favoritos)
Transamérica Building visto do Pier 7 - San Francisco


Acompanhando a apuração dos votos presidenciais pelo telefone 99% concluído (vermelho-Dilma, azul-Áecio, amarelo-Marina)

Carmel-by-the-Sea ... a cidade que conquistou meu coração.

Existe uma pequena cidade litorânea ao Sul do Vale do Silício chamada Carmel-by-the-Sea que é uma cidade que eu amo e nunca me canso de visitar.
Existem na cidade pelo menos duas praias - (Carmel Beach e Carmel River State Beach) que para ser sincera não existe nada de espetacular. A areia é branca e bem fofinha, o Oceano como sempre muito, muito gelado. Já tive o prazer de sentar por algumas horas olhando o mar e ver golfinhos nadando ou lontras marinhas.
A região do centro da cidade é constituída de muitas lojas de arte e joalherias e o único shopping a céu aberto possuem lojas mais caras também. Há vários restaurantes e cafés, mas todos independentes porque existe uma lei na cidade que proibe franquias.
O charme da cidade está exatamente aí, porque as casas e hotéis são a maioria com fachadas de pedras e as árvores do tipo Cypress dão um charme a mais para a região.
Como estamos falando do litoral Norte da Califórnia, não espere dias quentes para aproveitar a praia, pois no verão onde ao Sul (Los Angeles/San Diego) as temperaturas vão às alturas, por aqui o tempo está nublado e frio por conta da neblina. E os dias mais lindos ensolarados são justamente os meses de outono/inverno onde as temperaturas são mais baixas.
Mas pra ser sincera, não importa a época do ano... toda vez que estou com vontade de ver o mar há várias opções de praias mais próximas aqui de casa, mas sempre acabo escolhendo ir para Carmel.
É possível também visitar um parque ecológico para fazer trilhas, observar vida marinha e pássaros chamado Point Lobos, que fica sempre lotado nos finais de semana. Quando fui com o meu marido nós só conseguimos estacionar o carro na estrada e andamos bastante até chegar a entrada do parque, mas valeu a pena. Levamos conosco um lanche e fizemos picnic por lá mesmo, foi um dia cansativo mas bem gostoso.
Carmel é considerada uma cidade muito romântica e por isto muitos casais decidem se casar nas praias da cidade. É bem comum você chegar na praia e estar acontecendo um churrasco, aniversário e também ao final da tarde, as pessoas acendem uma fogueira e reunem os amigos.
É nesta cidade onde também fica o campo de golfe mais famoso dos EUA chamado Pebble Beach. Para ir até lá é preciso pagar 10 dólares na estrada chamada 17 miles drive. Na verdade é um condomínio fechado constituído de vários campos de golfes e mansões que não dá para acreditar que existem!! Durante o percurso das 17 miles, existem alguns pontos turísticos como a Lonely Cypress, uma árvore no topo de um morro sozinha e alguns pontos à beira da praia para ver leões marinhos e lontras. As praias daquela região tem bastante rochas e bastante esquilos também, é sempre bem relaxante dirigir ao lado do mar e sentir a brisa marinha... mas mesmo que você não queira gastar 10 dólares para entrar na 17 miles drive (que aliás é descontado o valor se você comer em um dos restaurantes dos campos de golf), vale a pena passear por esta cidade charmosa e encantadora.
Pebble Beach é como se fosse um resort, tem restaurante, hotel, várias lojas de souvenir e de roupas de golf. Para quem chega no lugar pode se sentir um pouco intimidado pelos "almofadinhas", confesso que a primeira vez que fui lá fiquei meio sem jeito, mas percebi que o lugar é lindo e tanta coisa legal para olhar que mesmo eu que não estou nem aí para golf, sempre acabo me divertindo. Existe um restaurante que é bem caro, mas tem um bar chamado "The tap room" que é tipo pub onde há várias opções de saladas, sanduíches e hamburgues por um preço camarada - e olha, as porções são gigantescas, quando eu pedia um sanduíche por exemplo sempre dividia com alguém.
Digo para o meu marido que se ganharmos na loteria é lá onde irei comprar uma casa e passar os meus dias de aposentada...
Como ainda estava em fase de recuperação quando o nosso aniversário de casamento chegou em agosto, passamos um final de semana super tranquilo e romântico por Carmel, sem fazer nada específico além de caminhar pela praia, conversar e comer. Aproveitamos que também ficamos na cidade e numa tarde ensolarada resolvemos pegar um pouco o trecho da famosa Highway 1 até a cidade chamada Big Sur. É um dos trechos mais bonitos da Highway 1 na minha opinião. É um pouco longe para fazer um bate e volta da minha casa, mas estando em Carmel foi um passeio bem gostoso e tranquilo...
Se você estiver pela região eu recomendo muito uma visita a esta cidade para relaxar e aproveitar a natureza. Infelizmente não tenho muitas fotos da arquitetura apaixonante da cidade, mas vou colocar algumas fotos que tenho dos meus lugares favoritos e que citei aqui neste post. Ai ai, só de olhar já dá vontade de pegar o carro e ir pra lá novamente, vou jogar na loteria pra quem sabe ter a oportunidade de abrir a janela e ver esta paisagem todos os dias :-). Sonhar não custa nada, não é mesmo?

Carmel River State Beach
Carmel Beach
Mission Trail
Carmel Mission - Isto é um museu, mas nós não entramos

Centro da cidade
Centro da cidade

Shopping a céu aberto

Meu café favorito na cidade :-)
Muitas flores sempre pela cidade
A casa dos meus sonhos...

Point Lobos National Park

Point Lobos National Park

Vista da praia Carmel do campo de golf Pebble Beach
O famoso 18th do campo de golf Pebble Beach

O hotel do campo de golfe Pebble Beach
Vista da 17 mile drive
Pôr-do-Sol na Carmel Beach