A perdida arte de escutar...

Cada um de nós, neste exato momento está enfrentando algum tipo de batalha / conflito.
Pode ser um problema de saúde, financeiro. Até mesmo uma decisão importante a ser tomada no âmbito pessoal, profissional.
Às vezes aos meus olhos, pode ser que uma batalha seja mais fácil para enfrentar do que a outra, mas sem dúvida é difícil para aquele que está em meio a luta.
Quando nos encontramos em uma situação difícil, geralmente procuramos ajuda e apoio de pessoas que nos são queridas, amigos e familiares. Quantas vezes alguém chegou até você para desabafar sobre alguma dificuldade que estava enfrentando e você simplesmente não tinha o que dizer para a pessoa?
Posso te contar um segredo que pode trazer sossego ao seu coração? Muitas vezes a pessoa não quer um conselho, uma opinião, um julgamento, uma solução. Ela quer ser apenas ouvida. Alguém que preste atenção irrestrita à sua dor. Isso já alivia e tanto o coração!
O problema é que muitos não estão dispostos a ouvir. Ou estão ocupados com suas próprias batalhas, ou simplesmente esqueceram o que é ouvir atentamente alguém. É o telefone que faz barulhinho trazendo a "urgência" quem do outro lado daquela telinha está falando/fazendo algo, ou até mesmo a própria vontade do ouvinte de ser ouvido e aí começa a contar seus próprios problemas ou muda de assunto completamente para evitar uma situação de desconforto.
Sei que é muito difícil não dizer nada quando um ente querido está diante de você dividindo uma dificuldade ou um sentimento, ainda mais na nossa cultura em que todo mundo fala ao mesmo tempo, mas isto é tão importante e está ficando cada vez mais raros nos relacionamentos atuais.
Ao permanecer em silêncio como ouvinte, você pode deixar passar também a "oportunidade" de lançar julgamentos, o que pode ferir e confundir ainda mais o interlocutor.
Tenho tentado ser uma boa ouvinte, porque sei o quanto sinto falta de um e acho que este é um dos motivos também que tenho uma paixão por escrever, seja no meu diário ou aqui no blog. "Falar" sozinha ou com estranhos é muito mais fácil do que manter uma conversa com amigos/ pessoas conhecidas. Uma triste, mas verdadeira realidade.
Se ao ouvir a história do seu querido amigo você sentir que pode contribuir de uma forma positiva para aquela situação, ao invés de sair dizendo a sua opinião de como resolver o problema, peça permissão para compartilhar suas idéias a respeito. Às vezes a pessoa já ouviu tantos conselhos sem solicitar, que irá bloquear automaticamente qualquer coisa que venha após a seguinte frase: "Na minha opinião você deveria....".
Espero que a arte de escutar com empatia e sem julgamentos cresça mais e mais, porque é exatamente isto que anda faltando neste mundo onde estamos tão conectados, mas tão distantes uns dos outros.

Comments

  1. Oi, sou sua nova leitora. Encontrei seu blog através de outro que agora esqueci o nome. Minha memória anda meio vacilante, já tenho 68 anos, então acho que é normal rs. Estou gostando muito do seu blog. Este post de hoje é perfeito. Conheço tantas pessoas que fazem exatamente como falou, gostam de falar e nunca de ouvir. As vezes um bom ouvinte é tudo que precisamos para nos sentir acolhida.
    Um carinhoso abraço
    Rose

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Rose!
      Seja bem-vinda ao blog! Obrigada por seu comentário e elogios, receba também o meu abraço carinhoso!

      Delete
  2. This comment has been removed by the author.

    ReplyDelete
  3. Também penso a mesma coisa, eu geralmente falo muito, também tenho a mania de querer analizar tudo profundamente, as vezes faço isso apenas mentalmente e é muito cansativo e chato....também gosto de opinar, mas já tenho mudado bastante, porque não acho legal, então nas minhas conversas tento lembrar disso para me controlar no momento. Bj

    ReplyDelete
    Replies
    1. A maioria das pessoas dá opinião/conselhos porque quer ajudar, não é mesmo? Mas às vezes tudo o que se precisa é de ouvido atento... é difícil mesmo Kel, mas tenho percebido o quando é benéfico apenas escutar...

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!