De volta às aulas

2015 foi um ano em que decidi aproveitar toda oportunidade disponível e imaginável pra viajar, descansar, colocar a cabeça e as idéias no lugar, descobrir e desenvolver hobbies novos porque sabia que 2016 seria um ano dedicado à terminar o meu curso na faculdade.
Matriculei-me no finalzinho de novembro, online mesmo e a minha aprovação se deu em menos de 24h porque eu já tinha sido aluna da faculdade. O que foi engraçado foi os vários documentos que tive que enviar para administração para provar que eu era residente da Califórnia há mais do que 1 ano, pois assim eu teria direito a pagar os preços de residente. Aqui se você não é residente do estado (mora em outros estados ou é estudante internacional) paga um valor muito mais alto por crédito na faculdade. Depois de quase ter que mandar o tamanho e a cor da minha calcinha pra provar que moro aqui há mais de um ano como residente permanente, foi aceita e fiz o pagamento todo online também. (adoro estas facilidades daqui.).
Infelizmente como estou retornando após pausa de 3 anos, fiquei no final da lista para registrar para as aulas e não pude escolher as classes nos horários que gostaria, mas fiquei bem feliz com os meus cursoso. História, Geografia, Administração Internacional e um curso obrigatório de como fazer pesquisa.
Confesso que estava com muito medo já que o ritmo daqui é pauleira, pois as aulas em si não são difíceis, mas os professores passam trabalhos e lição de casa como se você não tivesse outra coisa para fazer na vida além de estudar. Isso porque nos EUA os estudantes de faculdade são de tempo integral, geralmente ou eles são bancados pelos pais ou pegam empréstimos no banco para dedicar-se inteiramente aos estudos. (na teoria pelo menos).
A minha faculdade não fica distante de casa e graças a Deus houveram mudanças nas linhas de ônibus aqui da cidade e agora tem um ônibus que passa em frente da minha casa e para na porta da faculdade. Gasto apenas 10 minutos a mais no ônibus do que gastaria dirigindo e não tenho a dor de  cabeça de tentar achar um lugar para estacionar e o pior, ter a surpresa de chegar no meu carro estacionado e ver que alguém bateu ou arranhou o mesmo (aconteceu comigo 3 vezes quando estudava lá da outra vez).
O começo é sempre apavorante porque os professores jogam pra você o "syllabus" que seria um programa dizendo o que é a classe, o que você vai aprender, suas responsabilidades, regras e também o calendário com os trabalhos e provas. Parece que é muita coisa e que não vai ser possível dar conta porque a faculdade é trimestral, ou seja, cada ciclo tem a duração de 3 meses (com a exceção das classes de verão que duram de 6 a 8 semanas) e tudo é muito corrido. O importante é começar a trabalhar desde o primeiro dia de aula pra não deixar as coisas acumularem.
Apenas duas das minhas 4 classes são presenciais e os professores são umas figuras. O professor de História tem uma boca suja pra caramba, pra ser sincera me incomodou muito porque de 2 palavras que ele fala, 1 é F*** e vive fazendo piadinha sem graça. Ainda bem que quando ele começou a dar aula de verdade, as f words sumiram e ele tem muito conhecimento do assunto então vai dar pra suportar as piadas sem graça dele do início das aulas. Já a professora de Geografia é muito boazinha, calminha e tenho aquela impressão de que ela quer ser mais nossa amiga do que professora. Esta semana já veio com a idéia da gente nomear todos os países da Europa, haha, se eu tiver que decorar aquele mapa estou ferrada! O melhor foi que ela colocou um joguinho de quebra-cabeça pra sala inteira participar colocando os países no mapa.
Retornar à faculdade foi uma ótima decisão e sei que vai implicar em vários sacrifícios como tempo livre, mas sei que vai valer a pena. Se Deus quiser este ano conseguirei concluir o curso e assim ficará mais fácil encontrar trabalho numa outra área. Estou querendo muito retornar ao curso de espanhol e mais do que isso praticar porque oportunidade por aqui é o que não falta, mas fico com muita vergonha. Como uma amiga aconselhou, um dia de cada vez mas não se esqueça de viver e se divertir durante a jornada.


Comments

  1. Boa sorte, querida e tenho certeza que vc vai dar conta de tudo e se sair muito bem.
    beijos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Paula! O começo é sempre difícil, mas eu chego lá!

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!