Não sou e nunca serei matadora de sonhos...

Estes dias recebi um comentário de um anônimo falando sobre o post que tem sido disparado o mais acessado aqui no blog chamado É legal viver ilegal nos EUA? que eu era apenas mais uma no meio de tantas pessoas dizendo o mesmo blábláblá de que a vida de imigrante não é fácil e que não vale a pena e que viver na situação atual (principalmente em São Paulo) é pior do que todas as dificuldades que possam ser encontradas aqui nos EUA.
Tudo nesta vida é tão relativo... o que eu acho que vale a pena talvez não seja a mesma coisa que outra pessoa... eu não encorajo ninguém a ficar ilegal nos EUA porque EU não acho que vale a pena mas existem muitas pessoas que vieram e vivem aqui por anos nesta vida e não trocariam por nada.
Mas muitas vezes as pessoas que vem pra cá e ficam ilegais ou indocumentados (o politicamente correto a se dizer hoje em dia) não contam o outro lado da moeda, que é perder de certa forma a liberdade de poder estar com a família, viajar para fora do país, muitas vezes ter que exercer uma profissão muito diferente da que tinha no Brasil porque não tem os meios legais para fazê-lo, por passar por limitações e humilhações por conta da situação.
Por um tempo vale a pena por conta do deslumbramento de adquirir coisas materiais, de ter a segurança e poder desfrutar de coisas que a nossa situação econômica e política no Brasil não permitem desfrutar. Só que na vida de um expatriado há varias fases e depois que o encantamento passar, muitas coisas começam a doer dentro do coração. A saudade, solidão, auto-estima são coisas que mexem demais dentro de nós e te digo que nenhum dinheiro do mundo compra a paz de espírito e a alegria do coração.
Digo milhões de vezes e repito: Se você tem vontade de sair do Brasil pra morar em outro país eu sou a primeira a dar o maior apoio pra você! É muito bom conhecer outras culturas, ver como as coisas funcionam em outros lugares do mundo e a convivência com outras pessoas que pensam e agem de forma diferente da nossa cultura nos fazem examinar a nós mesmo e ao mundo, trazendo amadurecimento e tolerância. Porém, se você decidiu fazer as malas e ir embora não seja idiota de fazer de qualquer jeito baseado no que ouviu falar ou que leu na internet. Prepare-se financeiramente, mas principalmente emocionalmente. O mundo está aí pra ser desbravado não por corajosos ou pelos mais preparados, mas por pessoas ousadas e que não tem medo de tentar, de fracassar, de lutar, de pedir ajuda.
Existe um lugarzinho no Sol pra cada um de nós e somente nós podemos decidir onde este lugar é. Eu tenho uma amiga que ODEIA os EUA e morou aqui legalmente por 4 anos até decidir por livre e espontânea vontade retornar para o Brasil porque lá era onde ela acreditava ser o seu lugarzinho ao Sol. Muito fácil criticar a decisão de uma pessoa quando a gente não conhece o que há dentro do coração, como ela é, o que a move...
Portanto, se é aqui, no Brasil ou na China que você quer morar, saiba que sempre haverão o lado bom e o lado ruim, cabe a você analisar os prós e contras e tomar a sua decisão. E como sempre, se não der certo, você pelo menos tentou, experimentou algo novo, aprendeu alguma coisa e continue... Nunca deixe que alguém diga o que você pode ou não pode fazer. Somente você é capaz de escolher e traçar os seus caminhos.
Quando eu decidi explorar o mundo muita gente riu na minha cara, minha família zombou de mim, mas eu me mantive determinada e fui dando passo a passo até chegar aqui e mesmo aqui, passei por várias fases, maus-bocados, momentos difíceis e alegres também e não admito que as pessoa digam que eu tive SORTE. Em primeiro lugar porque acredito que nada nesta vida acontece por acaso. O Deus que eu acredito me protegeu e me abençoou, mas eu TRABALHEI muito pra chegar até aqui.
Muitas pessoas olham pra minha vida, lêem um post por exemplo de que estou aqui há 9 anos, mas ninguém além de Deus sabe o que eu passei durante esta jornada e as decisões que continuo tomando. A vida aqui não é glamurosa. Pode ser que seja mais recompensadora e mais justa, mas não é mais linda e melhor... Uma amiga me mandou uma mensagem hoje dizendo que lembrou de mim porque viu uma foto de alguém aproveitando a Califórnia e eu disse pra ela a mais pura verdade que não me lembro qual foi a última vez que eu, morando na Califórnia, aproveitei a Califórnia... Porque eu estudo, cuido da casa, tenho lição pra fazer, compras pra fazer, roupa pra lavar... ou seja, aqui ou em São Paulo ou no Piauí, todos nós temos uma rotina e nossas obrigações... quem me dera "Viver a vida sob as ondas e ser artista de cinema" como já cantou Lulu Santos... Rotina existe em qualquer lugar.
Portanto vou encerrar este assunto de uma vez dizendo que o que escrevo aqui  é conselho que daria pra um amigo, mas se este amigo disser "Meu, vou pros EUA tentar a vida!" Se é o que a pessoa realmente quer, dou o maior apoio do mundo. Se ele for sucedido, ficarei muito feliz e aplaudirei o sucesso (não tenho o menor problema com isso) e se infelizmente quebrar a cara estarei aqui com o ombro e os ouvidos de amiga para escutar. Pelo menos ele teve a coragem de vir e ver com os próprios olhos.
E pra todos vocês que lêem este blog do Brasil, o meu mais profundo respeito por você. Porque sei o quanto é difícil acordar cedo, ir trabalhar, estudar, pagar conta e ver o salário ir embora antes do dia 15, enfrentar ônibus lotado, chefe chato, coisas caras, insegurança, assalto, medo de andar na rua! Vocês são guerreiros diários e tem o que precisa para mudar a vida se assim desejar. Mudar a vida fora ou dentro do Brasil basta apenas atitude. E um passo na direção certa de cada vez. E não desanimar. E sorrir e aproveitar o melhor que lhe foi confiado.

Comments

  1. Otimo post!!! Concordo com cada palavra que vc escreveu!!! xoxo

    ReplyDelete
  2. Eliana, vc é sempre muito lúcida nos seus textos e acho que só não vê isso quem não quer.
    xx

    ReplyDelete
    Replies
    1. Awww Paulinha, muito obrigada. Tento dizer a verdade, mas...

      Delete
  3. Muito bom mesmo! Cabe a cada um, é claro que antes de dar um passo como esse nós lemos, nos informamos, pesamos pros e contras (ou pelo menos deveriamos fazer isso tudo). Conhecer relatos não só da parte glamourosa como também dos pontos negativos e principalmente da rotina (até porque, há momentos bons e ruins, mas a maior parte do tempo, há rotina!!!) é fundamental. Seja Brasil, EUA, Japão, Emirados Árabes...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Verdade Mari! Mas acho que hoje em dia algumas pessoas só procuram validar as idéias que já tem pré-concebidas e quem está "fora" e diz o contrário na visão destas pessoas só quer atrapalhar :(

      Delete
  4. Você tratou com muita propriedade o assunto e é como vc disse, a pessoa ver teu hoje e te tem como estrela de cinema mas não sabe que tu teve que ralar que nem queijo pra estar onde está.Voltei das Bahamas recentemente, viagem de incentivo da empresa e disseram no face: ah queria ter um emprego desse!!! Respondi: vc quer trabalhar 12hrs por dia tb? Só ouvi os grilos cantando...
    Beijos!

    Querido Deus,obg por me exportar!

    ReplyDelete
    Replies
    1. OI Gisley! Pois é... as pessoas querem colher os frutos do sucesso, mas ninguém quer trabalhar na roça plantando as sementes né?

      Delete
  5. Paulistana na Califórnia não ligue para este comentário, pois tudo é uma questão de interpretação. Eu mesmo achei seu post muito claro e isento, no sentido de expor tantos os benefícios e malefícios de se tentar a vida no EUA. Eu e minha namorada queremos muito morar aí algum dia e uma opinião de que já mora aí, sempre será muito importante pra nós. Obrigado pelas sabias palavras e que Deus te abençoe. Abraços

    ReplyDelete
    Replies
    1. Adilson, muito obrigada pelo seu comentário e por suas palavras. Sei quantas pessoas entram aqui no blog com muitos sonhos e esperança de uma vida melhor e entendo porque um dia eu fui uma destas pessoas também, por isso escrevo o que gostaria que alguém tivesse me dito um dia. Boa sorte pra vocês e obrigada pela leitura!

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe