O dia em que meu médico chorou

Eu tenho um respeito enorme por profissionais de saúde. Sempre tive. Mas depois que fiquei doente, vi enfermeiras e médicos como anjos e heróis que salvam vidas diariamente. E por ter esta visão de vez em quando esquecemos que eles também são seres humanos, com família, sentimentos e não são perfeitos.
Posso dizer que sou tremendamente abençoada com o time de médicos que tenho cuidando de mim. E é time mesmo, 5 médicos que vejo frequentemente desde que fui diagnosticada com Lupus.  O primeiro deles foi o nefrologista que me deu as más notícias e começou o tratamento dos rins. Tenho um carinho enorme por ele, e já discutimos e rimos muito no consultório durante estes últimos 2 anos de tratamento.
Ontem eu não precisei de acompanhamento e de uma cadeira de rodas pra ir ao consultório. Fui dirigindo sozinha e cheguei dando oi pra todo mundo no consultório. Ainda não me conformo é claro, com o fato de ser a paciente mais jovem que ele tem, sempre tenho a impressão de que não deveria estar numa sala de espera de médico onde só se encontra idosos.
Enfim... depois de 2 anos, ele me deu a notícia que tanto esperávamos. Clinicamente a Lupus está dormente - isto quer dizer que os exames de laboratório não acusam nenhuma atividade da doença, mas eu ainda tomo muitos remédios para controlar. Remissão, ou período em que a Lupus está dormente mesmo é quando eu não tiver que tomar os remédios e ela continuar na dela.... E com isso meus rins estão funcionando 100%.
Os olhos dele se encheram de água e disse que aquela era a melhor notícia do dia dele. Ele me deu um abraço e nós lembramos de como eu estava há 2 anos. Agradeci de coração pelo trabalho dele e as decisões difíceis que tivemos que tomar durante o tratamento. No final, deu tudo certo. Ele saiu dizendo tchau que precisava se recompor pra ir ver outro paciente, mas que me veria daqui a 3 meses pra começarmos a diminuir a medicação.
Voltei pra casa aliviada e muito feliz. Ainda temos uma longa jornada, já que não há cura pra Lupus e este quadro pode mudar, mas deu uma sensação maravilhosa de saber que esta batalha nós vencemos.

Comments

  1. Oiii Eliana! Que noticia maravilhosa!! Fico muito feliz por voce. Estou aqui longe na toricda para que o Lupus fique sempre dormente. Beijos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Rebeca!
      Ainda é cedo pra comemorar, mas já é um grande passo. Tomara que as coisas continuem deste jeito!

      Delete
  2. Que maravilha!!! Que ótimas notícias!
    Como é bom encontrar profissionais de saúde que se envolvem com o paciente, que trilham uma história junto com o paciente.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Notícia ótima mesmo! Como eu disse pra ele, queria que a gente não tivesse se encontrado, mas já que aconteceu sou grata pelo trabalho árduo dele em me manter com saúde...

      Delete
  3. Que notícia maravilhosa e que a próxima seja se livrar dos medicamentos, que assim seja! Deus é contigo, bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Kel! Se Deus quiser esta será a próxima notícia!

      Delete
  4. Pode acreditar, fiquei tão feliz com essa notícia. Sempre passo por aqui esperando saber como vc está e hoje me emocionei ao ler seu post.
    Que Deus te proteja sempre e que cada dia seja mais um passo pra sua paz.
    Um carinhoso e apertado abraço.
    Rose

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ahhh Rose, que linda a sua mensagem! Muito obrigada pelo seu carinho e por sua preocupação! Um abraço apertado pra você também!

      Delete
  5. E a gente se emociona junto por aqui!!Um passo de cada vez e um passinho mais próximo da da vida sem tantos medicamentos! Muito, muito feliz mesmo por ler este post! E feliz que vc tenha uma equipe tão comprometida para enfrentar esta jornada com vc. E nós continuamos aqui, na torcida intensa para que logo venha mais notícias maravilhosa comoe esta! Um super beijo

    ReplyDelete
    Replies
    1. Se Deus quiser logo será a remissão sem precisar de remédios!

      Delete
  6. Chegamos no Tio Sam no mesmo ano :-) Em julho completo aniversário. Parabéns, Eliana! Parabéns pela força e pela determinação nesta incrível jornada da imigração. Os conselhos para a Eliana de 25 anos vale para todos nós e é um conselho atemporal! Obrigada, precisava dele hoje :-) Obrigada pela franqueza com que aborda a imigação no seu cantinho! Bjss

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que coisa engraçada e olha como as nossas vidas é tão diferente né? Prova de que não há fórmula para o sucesso! Obrigada pelo carinho Aline!

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe