Adele & me - part 2

Meu drama com a Adele ainda não terminou.
Acabei de me dar conta que não contei a parte mais dramática da nossa história.
Em fevereiro antes do Grammy, a Adele fez uma apresentação surpresa num pequeno teatro (capacidade 2.300 pessoas) - comparado com os grandes shows com 10, 20, 30 mil pessoas numa arena. O show foi no dia 12 de fevereiro e as pessoas só ficaram sabendo no dia 10 de fevereiro através de um email.
Nem todo mundo recebeu este email com código para entrar no site oficial para tentar comprar tickets, apenas fãs registrados no site que morasse na Califórnia. Advinha quem recebeu o tal email? EUUUU!
Quase tive um treco quando vi o email com o código de acesso e pulei de felicidades quando me dei conta que tinha me registrado duas vezes no site com emails diferentes, ou seja, teria a oportunidade de tentar com dois códigos diferentes entrar na fila pra briga dos ingressos. Este email chegou na quarta de manhã, dia 10 e a venda dos ingressos seria no dia seguinte, dia 11 ou seja, apenas 1 dia antes do show numa sexta-feira em L.A.
Vocês acham que os mais de 600kms de distância entre a minha casa e Los Angeles iria me impedir de encontrar a Adele? Convenci o meu marido a reservar hotel e comprar passagem de avião pra nós dois, aproveitaríamos a desculpa do show e passaríamos o final de semana em LA para o Valentine's Day que seria dia 14. Tudo perfeito, só precisávamos comprar o ingresso mas eu tinha fé de que iria dar tudo certo.
Às 10:55 da manhã do dia seguinte, 5 minutos antes das vendas dos ingressos começarem, eu estava no telefone em conferência com o meu marido que estava no trabalho. Cada um com um código, tinha que dar certo. Às 11 em ponto logamos no site e conseguimos entrar na fila de espera para comprar ingressos, o meu coração na boca já que já era uma grande conquista conseguir logar no site... os minutos foram se passando e eu fui ficando nervosa até que o meu marido do outro lado da linha disse: entrei! Vou comprar ingressos!
Vocês não tem idéia do quanto o meu coração bateu forte e o quanto eu gritei de felicidade, eu não conseguia nem pensar mas continuava na fila. Aí o meu marido soltou um "BOSTA!" e sabia que tinha dado errado. Deu um erro na hora de fechar a compra dos ingressos dizia que não tinha dois ingressos juntos, pra mim não importava, compra qualquer lugar, aí deu erro de novo e os ingressos SUMIRAM! Nem deu tempo pra tentar finalizar a compra apareceu mensagem de erro e entramos na  fila novamente! Eu quase SUUUUUUUURRRTEEEEEI! Cada ingresso custava apenas 50 dólares!
A raiva era tanta, tanta, mas continuei ali na fila até que eu consegui ver ingressos e tentei comprar 1 e deu erro, tentei novamente deu erro,  não era possível! Porque a Adele estava fazendo isso comigo???!!!! Fiquei olhando incrédula a tela até que apareceu a mensagem "INGRESSOS ESGOTADOS".
Não sabia se chorava ou se gritava de raiva. Os ingressos estavam ali, na minha mão (virtual) e foram tomados de mim. Eu fiquei tão triste, mas tão triste que comecei a chorar. O meu marido perguntou se ainda queria ir pra LA e eu falei pra cancelar tudo, iria morrer de raiva se fosse (o hotel era perto da casa de show) e não pudesse entrar. Uma má idéia, porque como os ingressos só podiam ser pegos no local, quem não foi buscar em horário determinado acabou perdendo e algumas pessoas que compareceram na porta na hora do show conseguiram comprar ingresso. E no final a Adele ainda apareceu na janela pra dar tchau pros fãs que estavam do lado de fora e não puderam entrar. Olha, eu fiquei com tanta raiva que até mesmo hoje, passado quase 3 meses do episódio eu não posso ver fotos daquele dia que me sobe o sangue...
A coisa boa é que algumas almas caridosas transmitiram o show ao vivo pelo Periscope, um aplicativo de streaming que tem sido o meu melhor amigo desde então. Não consigo entender, mas agradeço quem vai ao show e ao invés de curtir registra tudo pelo celular transmitindo ao vivo pela internet. Desde então é assim que tenho acompanhado shows inteiros da turnê da Adele.
Mas é meio tortura porque só dá mais raiva de não ter ingresso e mais vontade de estar por lá... ainda tenho esperança de que eles vão mudar o layout da pista e ingressos estarão à venda por aqui...
No final das contas, naquele final de semana eu e o meu marido acabamos tão doentes - ele gripado e eu com laringite que passamos o final de semana do dia dos namorados de cama. Talvez tenha sido melhor não termos ido pra LA naquele final de semana ,mas se eu tivesse conseguido ingresso eu ia praquele show de qualquer jeito...
E juro pra vocês que o desastre da apresentação dela no Grammy não foi praga minha!

Fonte: Google images - Adele no concerto do Wiltern

Comments

  1. Nossa! Não imaginava a loucura que é comprar ingresso pela internet. Quer dizer, aí está você, sozinha no conforto do seu lar ou do seu trabalho, mas virtualmente é como se estivesse num tumulto sendo pisoteada para comprar os ingressos. Só mudou o meio! Rsrsrs.
    Que pena que não deu certo, mas persistência! Logo chega sua vez de ver a Adele de pertinho.
    Bjos!

    ReplyDelete
    Replies
    1. O negócio é feio Mari! Infelizmente quem acaba comprando os melhores (ou todos) os ingressos são pessoas que revendem pelo dobro, triplo do preço. Pra você ter uma idéia todos os shows da Adele aqui nos EUA foram vendidos em menos de meia hora quando abriu as vendas. O mais caro era 146 dólares e agora está sendo vendido por no mínimo 1.200!!! Uma pena... mas eu sou brasileira e não desisto nunca! hehehe

      Delete
  2. Meu pandinha pede para tocarmos Hello 100 vezes por dia. Ele ainda tenta cantar junto ;-) Vou te mandar o vídeo! Só quero dizer que Adele tem show dia 5 de Julho a uma hora de distância da minha nova cidade! Vem?! Bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Aline! Ahhh, eu quero ver o vídeo sim! Deve ser a coisa mais fofa do mundo! Essa mulher vai estar pelos EUA inteiro, o problema é conseguir ingresso com preço decente pra vê-la já que estão todos em sites de revenda. :(. Mas to esperando um milagre... Beijo!

      Delete
  3. Nossa, passei pela mesma raiva ta tentativa de comprar ingressos pro show dela em Houston-TX. E sério, acho que desisti viu...hahaha Talvez seja mais fácil comprar ingressos pra um show dela na Europa do que aqui nos EUA. Eu lembro que mesmo antes da venda dos ingressos, já tinha gente anunciando por $1200! Isso é loucura!!!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Stephanie! A esperança é a última que morre... o segredo é se cadastrar no site dela e esperar pra ver o que vai acontecer. Já falei pro meu marido que se ela for para o Brasil eu vou pra lá! :-)

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe