Casamento 1 - Canadá

Pois bem, o casamento do primo do meu marido aconteceu no começo deste mês e depois de muita preparação - principalmente psicológica - tudo deu certo e a experiência foi melhor do que eu imaginava.
Os noivos queriam algo bem informal, apenas uma oficialização e reunir os parentes para celebrar a união deles. O casamento não foi grande apesar da família quase inteira (faltou os 2 sobrinhos do meu marido) participar da festa - um total de 37 pessoas estavam presentes na cerimônia que aconteceu no salão de festas do prédio dos noivos.
Valeu a pena eu ter passado várias tardes frustradas em frente ao espelho da minha casa e assistindo tutorias de penteados "fáceis" e tentando ajeitar o cabelo sozinha, pois no dia da cerimônia meu cabelo ajudou e eu conseguir fazer um penteado que recebeu vários elogios. Pode parecer bobeira, mas isso estava me tirando o sono!
Era uma tarde quente e um pouco nublada em Vancouver e a vista do lugar era incrível - era possível ver as montanhas e também o aeoporto que ficava a apenas alguns quilometros de distância de onde eles moram. Achei interessante e até romântico a vista do aeroporto, afinal, sem ele teria sido quase impossível os noivos terem se encontrado já que ele é canadense e ela indiana.
A cerimônia foi simples feita por um juiz de paz e contou também com a presença dos pais e irmão da noiva. Todos estavam muito felizes e quando a noiva apareceu arrancou suspiros de todos presentes. E o noivo segurou para não chorar quando a viu.
Ela vestia um vestido vermelho de cetim maravilhoso, juro que ela parecia uma princesa de verdade, com um sorriso irradiante que contagiou e emocionou todos presentes.  Algumas pessoas pareciam surpresas com a escolha da noiva, mas eu já tinha pesquisado sobre a cultura indiana e sabia que ela não usaria branco, já que é associado com funeral e luto.
A cerimônia durou uns 15 minutos e depois disso passamos uma tarde gostosa conversando, comendo muitos quitutes e os parentes do meu marido colocando a conversa em dia e tirando mil fotos, já que a última vez que todos se reuniram foram há 22 anos no casamento de um outro primo.
A festa terminou acho que era umas 8 da noite com todo mundo feliz e satisfeito. Fiquei honrada quando a noiva deu um porta-joias de madeira de presente que os pais dela trouxeram da Índia e um pouco antes de nos despedirmos ela nos convidou para participar do casamento deles que acontecerá na Índia*.
Quando estávamos nos preparando para ir embora, dividimos o povo nos carros e aí a esposa do best man (o melhor amigo do noivo) ficou de ir conosco no carro. Ela estava tão bêbada, tão bêbada que não falava coisa com coisa. Ela quase surtou quando eu falei que era brasileira e aí ela falou com admiração que nunca tinha conhecido uma brasileira tão branca como eu, como era possível que eu era brasileira e que eu era muito exótica e que ela queria ter nascido em um lugar exótico ao invés de ser uma branca nascida no Canadá... Se fosse em outra circunstância eu até teria argumentado com ela, mas bêbada do jeito que ela estava não adiantava falar muita coisa, só ia dar mais pano para manga  e a conversa não iria terminar bem...
Apesar de ter sido um casamento bem informal e descontraído todo mundo estava bem vestido e fiquei feliz que não caí no conto de que os pais do noivo que estavam organizando disseram que poderia vestir qualquer coisa...
Outra coisa que achei bem interessante e só reforçou o que havia dito no post anterior, só havia 2 pacotes de presente numa mesa reservada para presentes aos noivos e havia um cestinho com vários envelopes ($$$).

*Casamento na Índia
Os pais da noiva como manda a tradição irá realizar um "pequeno" casamento hindu na Índia em dezembro e todos da família do noivo foram convidados a participar.  Eu quase pulei de tanta alegria porque isso é algo que eu SEMPRE tive vontade de participar e a Índia está na minha lista de lugares do mundo para conhecer desde que eu me considero gente. Estamos aguardando o convite oficial e resolver uns assuntos no trabalho do meu marido para comprarmos as passagens. Falei pra ele que não precisa me dar nenhum presente pelos próximos 10 anos se realmente formos para o casamento e tomara que tudo dê certo!
Será uma experiência sem igual, já que os casamentos indianos são mundialmente conhecidos pela alegria, tradições e riqueza cultural.

Será intessante ver a perspectiva do meu marido participando pela primeira vez de um casamento no Brasil, que apesar de fundamentalmente ser a mesma coisa, é completamente diferente de tudo o que ele já participou, ainda mais que nós seremos padrinhos da minha irmã e praticamente boa parte dos 250 convidados faz parte da minha família.

Comments