Como você vive em paz na terra dos terremotos?

Esta é uma pergunta que escuto muito dos meus amigos e da minha família.
Confesso que quando me mudei para a Califórnia, a fiz de uma forma meio relutante, pois a Saint Andreas Fault passa bem aqui no meio do Vale do Silício.
Infelizmente aqui nos Estados Unidos nós precisamos "escolher" qual disastre natural preferimos enfrentar, pois todas as regiões são acometidas de algum tipo: furacões, tornados, enchentes, tempestade de poeira, nevasca e por aí vai... Alguns deste fenômenos tem estação do ano para acontecer, então todo ano é a mesma preocupação com o mesmo desastre natural...
Terremoto ninguém sabe quando vai acontecer, não é mesmo? Pra ser sincera, eu tento não pensar muito sobre o assunto, mas esta semana foi um pouco difícil ignorar o fato, pois semana passada aconteceram 3 pequenos terremotos aqui na região, e um mais forte esta semana perto da região de Sacramento. Graças a Deus não senti nenhum deles, mas pessoas que conheço e que moram em San Francisco sentiram o tremor.
Desde que eu me mudei para cá, passei pela experiência de um pequeno terremoto e vou dizer que a sensação é terrível. É preciso ter treinamento para não entrar em pânico!
Lembro-me de que depois que passei por esta experiência comecei a pesquisar sobre o que deveria fazer para me preparar no evento de um terremoto maior. Então eu organizei kits com comida, água e produtos de higiene pessoal para cada um dos nossos carros e kit de emergência com o estoque de água que fica na nossa casa. Tomo alguns cuidados também como nunca deixar o tanque do carro menos do que a metade vazio, porque se eu precisar dirigir para algum lugar longe, pelo menos tenho garantido 200 miles com metade do tanque do carro.
Existe uma enorme quantidade de coisas que se deve e não se deve fazer, do que se preparar no evento de um terremoto maior acontecer na região. Os geólogos dizem que nos próximos 30 anos há uma enorme probabilidade do "The big one" atingir a região, mas nunca saberemos se estamos preparados ou não até que aconteça.
Pra quem não mora por aqui ou em região que acontece este tipo de desastre natural, é meio louco ficar pensando sobre o que fazer, planos para emergência e tal, muitos dos meus amigos me chamam de paranóica por ficar me preocupando com isto, mas a gente sempre escuta que a probabilidade de sobrevivência num evento de desastre vai depender do quanto nos precavemos e nos preparamos para isto.
E acima de tudo, eu confio em Deus para nos proteger e abençoar, peço que quando aconteça um terremoto eu não esteja aqui, como foi em janeiro de 2010 que estávamos viajando quando aconteceu um aqui na região.
O segredo é confiar em Deus e se preparar. E não pensar sobre o assunto, senão você fica louca!

Comments

  1. Não acho paranóico não!Todo cuidado é pouco! Aqui temos tempestades começando no verão e indo até o final do inverno.É terrível.Vc tem mais é que se preparar mesmo!

    Espero que nada aconteça na sua área. Obg por dividir dicas com a gente.

    Bjos!

    ReplyDelete
  2. Eu tambem seria como vc.. Nao vejo pq nao ser "paranoica".

    Um precavido vale por dois.

    Eu ficaria em alerta total praticamente o tempo todo!!!!

    Espero que os terremotos te deixem paz!!

    Fica com Deus

    Beijinhos

    ReplyDelete
  3. Oi Gisley and Ludimila!
    Graças a Deus as coisas pararam de tremer por aqui, pelo menos por enquanto...
    Não sei como as pessoas vivem nesta região e não se preparam... eu fico pensando em mil coisas que podem acontecer...
    Acima de tudo, confio em Deus que se acontecer um terremoto e eu estiver por aqui, nada de mal irá acontecer.
    Obrigada por não me achar paranóica =)

    ReplyDelete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe