De qual Brasil você é?

Ontem reunimos um casal de amigos (brasileira casada com inglês) para assistirmos a série de viagens feita pelo Michael Palin ao Brasil. Meus sogros tinham visto a série na televisão na Escócia e não paravam de comentar sobre e todos que eu conhecia e que tinham assistido não paravam de falar sobre e só ganharam o desejo de conhecer o Brasil.
Ao todo são 4 DVDs, onde ele mostra um pouco do Nordeste (Recife, São Luis, Salvador), o Norte (Manaus, o Rio Xingu e uma tribo indígena), o Pantanal, Minas, São Paulo, Foz do Iguaçu, Parati e claro, Rio de Janeiro.
Gostei muito da parte do Nordeste e Norte, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada com o que ele mostrou de São Paulo. Mesmo assim, foi uma excelente série que deixou muita gente com água na boca para visitar o Brasil e ele tentou desmistificar os estereótipos dos brasileiros.
Após assistir a série comecei a conversar com a minha amiga brasileira que é do Sul e fiquei um tempão filosofando de como somos parecidas e ao mesmo tempo tão diferentes.
O nosso país é tão grande e tão cheio de culturas e costumes diferentes, dependendo de cada região que apesar de sermos todos brasileiros parece que viemos de mundos diferentes.
Por ter origens nordestinas, meus pais são ambos do sertão da Bahia, eu conheço um pouco da cultura bahiana, e claro a loucura da vida de São Paulo. Mas tem tanta coisa que gostaria de aprender sobre o nosso povo, nossos costumes.
Vendo aqueles DVDS eu me deparei com a nossa riqueza cultural que muitas vezes deixamos de lado, por falta de conhecimento mesmo. Há muito tempo parei de dizer que no Brasil as coisas são assim, ou no Brasil as coisas são assado primeiro porque estive no país há 6 anos e muita coisa de lá para cá mudou. E outra, não posso dizer que a forma como vivi e conheci a vida em São Paulo é verdade para todos os lugares do Brasil.
E isto me dá uma grande tristeza no coração, porque conheço muito melhor a cultura americana e os estados americanos do que o meu próprio país, já que quando morava lá tinha a vida de trabalhar, estudar e tentar pagar as contas no final do mês sem sair do vermelho.
Uma das minhas grande ambições agora é assim que for possível retornar ao país, conhecer um pouco mais sobre a minha própria cultura e estes Brasils tão interessantes e tão diferentes do meu.
Por isto que fico chateada quando escuto que o nosso país está adotando coisas importadas como a celebração do Halloween, já que temos uma cultura tão rica e tão bonita.
Eu sou do Brasil de São Paulo. A cidade caótica, transito terrivel, onde se ganha melhores salários mas onde somos escravos do relógio, da pressa, do stress. Daquele lugar onde muitos chegam com muitos sonhos e acabam encontrando uma dura realidade, a cidade de "loucos" como meus primos bahianos descreveram. A São Paulo de prosperidade, mas de violência, de medo, de falta de liberdade.
E você de que Brasil é?

Comments

  1. Impressionante como a gente esquece que o Brasil é enorme, com várias culturas. Na verdade, acho que essa percepção de muitas culturas, cada uma espalhada em uma região/estado/cidade, se aplica a vários países, né? Aqui mesmo no EUA existe uma diferença enorme entre o americano do midwest vs americano do sul, da california, do northeast... cada um é um tipo diferente, com uma cultura diferente... Claro que fica mais fácil ter várias culturas quando o território é enorme (vide Brasil e EUA), mas até em países menores (Alemanha, Suiça, França, Itália) dá para observar essas diferenças. Quando morei em Genebra, me lembro que fiquei impressionada como tudo funcionava, era eficiente, etc. Aí, conversando com uma suiça de Zurique que estava morando em Genebra, fiquei surpresa quando ela reclamou que Genebra era lento, devagar, caótico, ineficiente, que o transito em Genebra era louco...que a organizado e eficiente era mesma a Suiça alemã, não a Suiça francesa (e eu achando tudo aquilo ali uma BELEZA de organização...) Engraçado, né?!

    Como casei com um maranhense, tive a oportunidade de conhecer um pouco mais o nordeste (até o interiorzão, sabe?! Que nenhum "turista" carioca vai...) Duas coisas me entristecem bastante: 1) como é CARO viajar no Brasil...não é a toa que o turista brasileiro prefere ir a Miami/NY...e 2) como é DIFÍCIL viajar no Brasil...a falta de infraestrutura, de preparo dos fornecedores de turismo...nossa, como fico decepcionada. Claro que não estou falando dos grandes polos de turismo (se bem que, vou te dizer, as vezes que fui a Fortaleza e Recife fiquei um pouco frustrada com a falta de preparo nos hoteis, restaurantes, etc para receberem turistas...)
    O Brasil tem um potencial enorme, mas infelizmente, a impressão que tenho é que se faz pouco investimento nesta área (afinal, turismo não é só hotel 5 estrelas...tem que ter infraestrutura, capital humano preparado, etc). Enfim, adoraria que o estado realmente investisse para aproveitar tudo que o Brasil tem para oferecer na área de turismo (e seria ótimo se isso acontecesse antes da Copa/Olímpiadas...)
    Beijinhos e boa semana pra você!

    ReplyDelete
  2. Realmente as semelhanças e diferenças são mesmo impressionante, eu sou filha de paranaenses, mas neta de mineiros e passei a maior parte da vida no interior de SP. Fico sempre perplexa ao ver como algumas coisas como comida, jeito de falar e tal são diferentes.... Bjs

    ReplyDelete
  3. Nossa que legal,recentemente assisti um documentario que falava um pouquinho das regioes citadas a cima,depois que sai do Brasil pra morar aqui nos EUA tbm percebi que na verdade sabia pouco sobre o Brasil,sobre meu Estado,eu sou de Manaus e as vezes tbm fico triste quando vejo pessoas preferindo adotar culturas de fora porque nao se interessam por suas proprias raizes,as vezes ha um certo preconceito ate por parte de pessoas com sua propria regiao,sem contar que muitas pessoas nao procuram estudar sobre seu proprio pais e acaba adotando rotulos limitando seu conhecimento.
    Parabens pelo post,muito interessante seu ponto de vista.
    Tenha uma otima noite!!! :* Bjs.

    ReplyDelete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe