Voltei!

Graças ao jetlag estou acordada desde as 4 horas da manhã. A viagem ao Brasil foi maravilhosa, foi tão bom estar ao redor da minha família querida e principalmente da minha mãezinha e ver os olhos dela brilharem quando via a minha cara amassada, cabelo arrepiado e olhos remelados logo de manhã. E por isto só já valeu a pena ter retornado a São Paulo. Apesar dos perrengues. Apesar do trânsito. Meu Deus do céu, eu achava que o trânsito daquela cidade não poderia piorar, mas São Paulo me provou o contrário!
Consegui visitar os meus lugares favoritos na cidade e mostrar um pouco da minha vida para o meu marido. Agora acho que ele entende o porque a minha mãe fica tão maravilhada quando vem para os EUA. O contraste dos dois lugares é enorme em relação a tudo.
Encontrei várias pessoas e ouvi muitas histórias, dei risada e relembrei o passado. Foi ótimo me sentir parte de um grupo novamente. De estar ao lado de pessoas que me conhecem, sabem o meu passado, sabem quem eu sou e não se importam com o meu título ou com a minha conta bancária. Tive ótimas surpresas de pessoas atravessando a cidade para passar algumas horas comigo numa mesa de praça de alimentação do shopping e isto pra mim significou o mundo pra mim.
Em compensação, algumas pessoas fizeram bico e birra como crianças mimadas porque não tiveram um tempo de exclusividade comigo. E colocaram uma culpa em mim que não carrego no meu coração porque  sei que fiz o meu melhor e aproveitei o pouco tempo da melhor forma possível com a minha família. Não posso fazer ninguém entender nada e sinceramente, se estas pessoas querem fazer bico e ficar de mal porque eu "não provei que me importo de verdade com a amizade delas", paciência. A vida não pára e eu estou realmente aprendendo a "let it go".
Meu Deus como comi naquele lugar! Em todos os lugares, em todas as refeições (e entre elas também) a mesa foi farta e digna de refeição. Adicionei uns kilos a mais, mas não me importo. Não deu pra matar saudades de tudo, mas comi o pastel que tanto queria. E também o cuscuz gostoso que só a minha mãe sabe fazer. Acho que precisaria ficar por lá mais uns 2 meses para comer tudo o que tinha vontade. E claro que não deixei a oportunidade passar e comi muito pão-de-queijo recheado da Casa do Pão-de-Queijo. hmmmmmm
E apesar de São Paulo não ter mudado, parece ao mesmo tempo que tudo mudou e sei que isto se deve ao fato de eu ter mudado e muito. Ao contrário do que imaginei, não houveram muitas perguntas sobre a minha vida, o que eu faço, sobre a Califórnia. Achei interessante e estranho ao mesmo tempo. Mas ouvi bastante, sobre a vida de cada um, sobre os planos, o que aconteceu, numa tentativa de em uma conversa de 5 minutos recuperar os 6 anos perdidos.
Voltei pra casa com o coração aperto, mas feliz.  Depois desta viagem eu percebi que neste momento, apesar dos pesares,  a Califórnia é o meu lar. O lugar onde quero viver e ter a minha família. Amanhã eu já não sei, mas saber o que quero no presente pra mim já é suficiente.
Obrigada a todos que passaram por aqui neste mês de ausência procurando notícias e deixando comentários. Ainda estou com as idéias atrapalhadas e tem tanta, mas tanta coisa que quero compartilhar, mas vai ficar pra próxima. Deixa eu voltar correndo pra cama enquanto eu ainda estou sentindo um pouquinho de sono, porque senão hoje volto a capotar na cama antes do Sol se pôr.

Comments

  1. Nossa, eu tava pensando em voce ontem mesmo!!! Hoje fui ver se tinha algum blog atualizado e vi o seu. Faz tempo que nao blogo. Deixei o blog meio de lado.
    Fiquei feliz de ler este post. Realmente, eh muito gostoso poder voltar, ver "familiar faces" e "familiar places", independente das coisas negativas que acabamos percebendo quando vamos. Eu tenho sentido uma saudade grande do BRasil (nao gostaria de morar la novamente) mas sinto saudade de muitas coisas, inclusive essas que voce falou, familia, lugares que costumava ir, amigos, comida... nossa que saudade. Nao vou voltar pra visitar tao cedo ja que este ano meus pais vem pra ca.
    Como ja comentamos antes, sempre vai ter alguem exigindo exclusividade e colocando a culpa na gente por nao "nos esforcarmos". Soh que voce ja se esforcou em estar indo pro Brasil, as pessoas nao entendem que nao eh tao facil assim ir pro Brasil, passagens sao caras, o tempo livre aqui nao eh o mesmo que tempo livre no Brasil, eh muito diferente. Quem tem que fazer esforco sao eles, nao a gente. Aprendi a nem ligar mais. ALias, nunca liguei, haha. Eu sou daquelas que 'venha a mim' se nao, nao vou a ninguem. Soh a minha familia mesmo (e os que valem a pena haha). Beijinhos Eliana. Bem vinda novamente!

    ReplyDelete
  2. Que bom que a viagem foi um sucesso, que Deu pra matar a saudade e bem vinda a terra do tio Sam rsrs bjs

    ReplyDelete
  3. Aaaaaaiii que legal que ocorreu tudo bem!!! Eu estava na expectativa da senhora regressar y voltar a ler o Blog rs

    Pergunta: A primeira vez que a senhora saiu do Brasil, sentiu alguma agonia, ou aperto no coração sabendo que deixaria sua antiga vida, familiares y entes queridos, e o Brasil(momentos bons, positivos)para traz??? Se a senhora pudesse, poderia fazer um post desse???
    Deus abençoe a voce y sua familia!!! Bjs

    ReplyDelete
  4. Oi!

    Antes de mais nada, que bom que você curtiu bastante sua estadia no Brasil! Depois quero saber como (se?!) você conseguiu equilibrar todos os encontros...espero que não tenha ficado "overwhelmed" (tem essa palavra em português?! Nem sei mais...)

    Agora quer saber as novidades :) Algum plano bacana para o verão? Verão aí na Califórnia deve ser uma delícia? (ou será que não faz muita diferença, pq todo dia é praticamente verão por essas bandas?)

    Espero que esteja tudo direitinho contigo!

    Ah, e muito obrigada pelos parabéns lá no blog :)
    Beijinhos!

    ReplyDelete
  5. seja muito bem-vinda! Ai que felicidade saber que tudo foi lindo! Voce merece! Mas vem devagarzinho detalhando essa viagem linda ok? Beijos!

    ReplyDelete
  6. Eliana, welcome back!! Feliz em saber que vc conseguiu se divertir e aproveitar seu tempo!! Depois conta para gente mais detalhes sobre suas impressões sobre o Brasil depois de 6 anos sem passar por lá!! Bjsss

    ReplyDelete
  7. Meninas, muito obrigada pelas boas-vindas ao blog. Desculpem-me por não ter respondido antes, mas eu estvava sem um pouco de inspiração pra escrever. É bom estar de volta!

    ReplyDelete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe