Inquietações numa noite de insônia...

Novamente acordei 3 da manhã e nada neste mundo me fez voltar a dormir. Então decidi pegar o celular e comecei a ler blogs, notícias, twitter feeds... e as inquietações dentro do meu coração claro, só aumentaram.
Há alguns dias alguns assuntos atuais tem povoado a minha mente e olha, como é difícil hoje em dia manter uma conversa além do oi, tudo bem, novis? Tanta coisa intrigante, irritante, revoltante acontecendo aqui, no Brasil, no mundo... cada assunto daria um post enoooorme, mas agora eu só preciso deixar estas inquietações aqui...

  • Onde é que foi parar aquele vôo da Malaysian Airlines, meu Deus do Céu??? 4 semanas se passaram e ninguém viu, ouviu ou achou nada? Ainda custo a acreditar que nenhum radar/satélite/olho humano encontrou traços deste avião durante todo este tempo... O que me deixa extremamente chateada e triste são as especulações e teorias da conspiração envolvendo este assunto, acho uma total falta de respeito e consideração com os familiares dos desaparecidos. Todos os dias eu abro os sites de notícias com a grande esperança de que encontrarão alguma coisa de concreto, imagino o quanto seja difícil viver com esta incerteza dentro do coração e não sei vocês, mas eu quero muito saber como é que um avião com tanta tecnologia simplesmente desaparece. E se outros começarem a desaparecer também?? Espero que esta história seja bem contada, porque até agora tudo envolvendo este assunto parece contraditório e esquisito. 
  • Gente que "surto" é este de ataque de encoxadores no transporte público em São Paulo?? Infelizmente, sejamos sinceros, isto não é um problema novo na cidade, eu lembro quantas e quantas vezes eu pisei no pé e dei cotovelada em homem folgado dentro de transporte público, mas parece que esta "epidemia" está cada vez pior. E agora os descarados filmando com celular, até mesmo tablet (o infeliz na escada do aeroporto)? Alguém me explica o que está acontecendo por favor???? Estes dias li que um grupo de feministas estavam distribuindo agulhas para mulheres em frente a estação Capão Redondo do metrô para tentarem se proteger destes nojentos atos de abuso.  A que ponto nós chegamos?? Em maio do ano passado estive em São Paulo com meu marido e nós usamos muito o metrô (lógico que fora de horário de pico) e eu estava surpresa com a eficiência e tranquilidade do mesmo. Hoje em dia, depois de ver tantas notícias sobre quebra-quebra, falhas nos trens e este abuso de mulheres, eu já não teria coragem de pegar metrô... e aí a que ponto nós chegamos, se milhões de pessoas dependem de transporte público para ir para a escola, trabalho, fazer outras tarefas. Viver em São Paulo está cada vez mais difícil e parece que é ainda pior se você for mulher...
  • E por falar em ser mulher, e aquela pesquisa mais sem vergonha que o Ipea fez e teve repercussão negativa pelo mundo inteiro?? Acho que o assunto foi abordado de forma leviana por muitos canais de comunicação e chegou num distorcimento tão grande que eu li uma reportagem no site da BBC que dizia que 65% dos brasileiros (sim da populução brasileira e não os 3 mil e poucos entrevistados na pesquisa) diziam que certas mulheres mereciam o estupro e falavam da contraditória campanha que mostravam mulheres nuas segurando plaquinhas contra o mesmo. E olha que ontem o próprio IPEA disse que os resultados divulgados estavam errados, mas o estardalhaço já estava feito né? Será que foi assim, sem querer querendo que isto aconteceu? Infelizmente muita gente ouve/lê notícias como as que foram divulgadas sobre a pequisa e não vão procurar saber o que está realmente acontecendo e aí alguém se levanta fala uma coisa e todo mundo se junta em coro nas redes sociais sem ao menos saber direito o que está acontecendo. Sem querer especular, mas já especulando, eu só acho engraçado que um institute que deveria fazer pesquisa econômica divulga uma pesquisa de cunho social quando está acontecendo um monte de outras coisas erradas no meio político/econômico no país... será que foi uma estratégia apenas para distrair a massa?
  • E a Petrobrás, que piada de mal gosto é aquela de comprar uma empresa por quase 10x o seu real valor? Alguém pelo amor de Deus me explica (se é que as respostas não são tão óbvias)? Estava acompanhando a reportagem explicando sobre os dados e fico tentando entender como alguém com a cabeça certa aprovaria tal negócio. Alguém colocou muito dinheiro no bolso e agora uma das maiores e mais respeitadas instituições brasileiras caiu na piada. E começa a palhaçada no governo brasileiro sobre fazer ou não CPI para investigar o acontecido, porque afinal, é ano eleitoral né? 
  • Ai ai, nem me fale em ano eleitoral que já me dá um arrepio no pescoço. Este ano finalmente poderei votar porque transferi o meu título pra cá, mas olha às vezes confesso que dá um desânimo muito grande, espero que apareça algum candidato decente para a presidência (é o único cargo que expatriados votam) porque se a Dilma ganhar outra eleição eu não sei o que vai acontecer com o Brasil, sinceramente...
  • E a loucura da estiagem no Sul/Sudeste do Brasil e os alagamentos no Norte? Eu fico em casa assistindo as notícias e na minha imaginação simplista e prática de criança, penso como seria ótimo se a gente pudesse criar uma bomba pra sugar toda aquela água do Norte do país pro Sul, onde agora Rio de Janeiro e São Paulo estão numa rixa feia sobre o reservatório de água. Dá uma tristeza tão grande vendo as pessoas sofrendo, tendo que racionar comida, sem gás, perdendo tudo, deixando tudo para trás... espero que esta situação melhore logo.
  • E a terra vai parar de tremer?? Primeiro começou em Los Angeles semana passada, esta semana o Chile e advinhem quem está entre os dois? EU. Por enquanto aqui na região houveram apenas pequenos tremores, nada fora do normal, mas eu não senti nada. De qualquer forma, dei uma olhada no kit de emergência e conversei com o meu marido e implorei pra ele não deixar o tanque do carro dele com menos da metade de gasolina. A gente precisa ficar preparado, porque eu fico indignada com a cena de pessoas indo abastecer o carro com a sirene de tsunami tocando no Chile. Apesar que numa hora destas, acho que carro nem te leva a lugar nenhum, melhor pegar a mochilinha com suas coisas e sair de casa. Deus que nos proteja e nos prepare, eu tento não pensar muito no assunto, mas como estamos na mesma placa tectônica e a coisa está mexendo, é impossível não pensar no assunto.
  • E a Copa? Não acredito que já estamos em abril!!!! E as notícias de atrasos nos estádios, as condições dos aeroportos, os preços abusivos, a questão de ser/ter feriado... sinceramente não sei o que esperar desta Copa, e nem estou falando dos resultados dos jogos, mas da repercussão que irá causar no mundo e para o cotidiano das pessoas que estarão no Brasil. Tenho certeza de que quando a seleção canarinho estiver em campo haverá muito churrasco, muita festa, muita alegria e as pessoas esquecerão por alguns momentos do que estará acontecendo lá fora, mas a que preço (literalmente) teremos que pagar para sediar estes jogos? Tanta corrupção acontecendo, tanto gasto, não sei se esta copar irá ser benéfica ou maléfica para o Brasil/brasileiros. Tento ser otimista, mas é tão difícil, tãooo difíicil!!! Uma coisa bem boba e achei irônica é que a abertura será bem no dia 12 de junho... já estou até vendo o monte de término de namoros acontecendo em 2014... Eu vou tentar acompanhar os jogos como posso porque infelizmente as transmissoras americanas só dão valor para jogos grandes e para jogos da seleção deles. E olha, por mais irritante que o Galvão Bueno seja, não existe coisa pior do mundo do que assistir comentarista americano narrando futebol. Eles falam de tudo, até da cor do pelo do braço do jogador X, mas do que está acontecendo em campo.
  • Apesar de ter 2 meses para pensar no assunto, este ano mais do que nunca quero fazer uma festa de aniversário bem legal. Nada muito grande, mas não posso deixar de comemorar de jeito nenhum mais um ano de vida (mesmo que esta última metade tenha sido tão complicada, ainda estou viva e isto merece ser celebrado!!). Num primeiro momento queria fazer alguma coisa temática e como ando um pouco Hawaii-sick (morrendo de vontade de ir pro Hawaii), pensei que seria uma boa fazer algo meio luau e tal. Até me animei, mas achei meio brega. Aí vamos fazer o bom e velho churrasco, mas não acho justo deixar tudo na mão do meu marido, já que infelizmente não tenho condições fisicas de ajudar muito na preparação. Pensei em pedir pra um amigo fazer uma feijoada (a família do meu marido ia me amar pra sempre) mas aí ele me falou pra pensar direitinho se quero mesmo fazer uma feijoada no meio do verão e que eu deveria fazer algo que eu goste - eu não como feijoada e mesmo se comesse, não poderia por conta da minha atual restrição alimentar. Então agora eu to aqui, pensando o que é que eu vou fazer... a família do meu marido estará aqui de férias e eu quero fazer algo especial porque nunca tive família aqui no meu aniversário, aí eu me empolgo quero chamar um monte de gente, mas depois eu páro, penso... será algo tão especial que tirando a família mesmo acho que só mais 2 casais de amigo serão convidados. Mas eu to animada para fazer alguma coisa, nem que seja o tradicional churrasco americano (hamburger, hotdog e afins). O problema será escolher o bolo já que eu não posso comer chocolate... mas quem sabe até lá as coisas estarão melhores e eu poderei pelo menos pedir um cupcake como um especial treat pro meu aniversário?! :-)
  • E os dias vão passando e já estamos em abril. A minha vida parece que entrou numa pausa desde o começo do ano. Os dias são longos, mas as semanas passam voando o que é algo muito estranho. No começo do tratamento vi sinais de melhoras, depois o meu estado piorou muito, agora parece que está melhorando novamente, mas eu fico naquela sensação estranha de ficar sem saber o que está acontecendo sem ver resultados de exames e consultadas médicas. Tem dias que eu acordo e parece que tudo parece um pesadelo, a cabeça está a milhão e quando coloco o pé no chão o corpo não obedece a mente, as pernas estão fracas. É uma batalha diária na mente. E eu fico tentando achar algo para fazer para extravazar esta energia toda, fazer um trabalho voluntário, começar um ong, escrever, ler, trabalhar, mas tudo consome energia e eu vivo atualmente num constante estado de "energy save mode". Pensa numa pessoa super ativa que depois de tomar banho e escovar os dentes precisa se deitar pra recuperar fôlego e acalmar os batimentos do coração? Tem sido um desafio muito grande pra mim encontrar um equilíbrio de esforço e descanso, eu só queria um dia acordar e tudo estar bem, mas o médico já tinha avisado que levaria um tempo para controlarmos a Lupus e para os rins voltarem a funcionar do jeito que devem. Tem que ter paciência e fé muita fé.
  • Estou contando os dias para a chegada da minha mãe. Além de cafuné, ela vai trazer uma cuscuzeira pra mim!! Nem sei se posso comer (acho que sim), mas eu to sonhando com aquele cuscuz quentinho e manteiga derretida por cima no café da manhã... hmmmmm, me dá água na boca só de pensar....
  • E as pessoas nunca param de te surpreender. Pra ser sincera eu ando meio cansada de pessoas no geral, desde que eu fiquei doente e não pude ser a borboleta social que era, muitas das minhas "amizades" mudaram. Recebi umas reações estranhas sabe... mas isto é um assunto que merece um post especial. A coisa que eu mais detesto são aqueles que dizem que querem ajudar, que se importam, mas na verdade estão só oferecendo da boca pra fora para sentir que estão fazendo alguma coisa... mas como é que eu sei a verdadeira intenção das pessoas, você me perguntaria... bem, eu acredito que ações falam mais do que palavras... se alguém está morrendo de saudades de mim e vive pensando em mim, mas mora 15min da minha casa e só me manda um email 1x por mês pra saber como estou... eu fiquei muito decepcionada e magoada no começo porque algumas reações te pegam de surpresa, mas com o tempo eu fui me acostumando e aprendi a valorizar e amar de verdade as pessoas que estão próximas e ajudando. Aquelas que estão longe, eu não as quero mal... a mágoa passou e confesso que o conceito de amigo mudou muito para alguns, mas serão pessoas que entrarão no rol dos conhecidos ou que eu vou procurar quando puder e quiser socializar. E a vida vai seguindo....
Bom acho que já divaguei demais, até mesmo aqui no blog... ainda são 6 da manhã e ainda dá tempo de dar uma cochiladinha antes do meu dia oficialmente começar - quando preciso tomar remédio com café da manhã. Mas foi bom passar por aqui e colocar um pouco pra fora o que estava martelando na minha cachola. Talvez me ajude a voltar a dormir. Assim espero.



Comments

  1. Pois é, muito bizarro e desesperador essa história do avião. Me coloco no lugar de um familiar e que angústia que dá no coração... Viver nessa dúvida, sem notícias, deve ser muito difícil...
    os encoxadores não são novidade, mas parece que a coisa tá cada dia pior...
    Beijos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Muito triste né Juliana? Eu tenho esperança que logo encontrem notícias deste avião, estou aqui na torcida. Quanto aos encoxadores, revolta é pouco... espero que isto páre de acontecer é uma vergonha!

      Delete
  2. Uma coisa que sempre me falaram é que não tem nada de bom que acontece depois da meia-noite. A cabeça fica viajando, pensando nos problemas do mundo e fica divagando. Eu também acho um absurdo, fora outras notícias ainda. Não sei se vc leu sobre um cara que decapitou um corpo e foi distribuindo pedaços pelo bairro de Higienópolis..

    Kisu!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pois é Bah, eu vi a notícia deste corpo também, parece que já tem suspeito e que o crime foi passional! Cada coisa maluca, imagina você ter sacos de lixo espalhado pela vizinhança com pedaços de alguém!
      Tento ler coisas boas, mas naquele dia foi difícil viu...

      Delete
  3. O mundo está maluco! Sobre o caso do avião, é assustador de pensar que passou mais de um mês e até agora nada concreto apareceu. E me estressa um bocado o monte de especulação, um desrespeito com as famílias. Bjss

    ReplyDelete
    Replies
    1. E até agora nada hein Aline... eu continuo com esperança de que eles vão encontrar a resposta. Espero!!

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe