Comer, comer...

Existe coisa melhor nesta vida do que comer?
Os meus hábitos alimentares mudaram e muito desde que vim morar nos EUA. Estes dias estava lendo um diário de quando cheguei aqui e tinha escrito toda orgulhosa que tinha feito pela primeira vez feijão e até que ficou bom (pelo menos na foto estava com cara boa). Na minha vida típica de jovem paulistana, saía de casa para trabalhar 7h da manhã e retornava 11h da noite, então não tinha tempo e graças à minha querida mãe também não precisava cozinhar.
Mas cozinhar está no meu sangue, veja bem. Praticamente nasci numa família de cozinheiros, chefs, padeiros e doceiros. Todos os meus tios por parte de pai e mãe trabalharam em restaurante e veja bem, meu pai também é cozinheiro até hoje.
Então desde pequena estava acostumada a experimentar comidas estranhas que meu pai trazida do buffet, lembro da primeira vez que vi um kiwi na minha frente quase pirei! Além de linda a fruta era muito gostosa, se estivesse madura claro! E as saladas e salgados maravilhosos que meu pai fazia quando estava de férias do trabalho era uma coisa incrível. (Momento desabafo: meu pai até hoje não me  deu as receitas de salgadinhos como coxinha, kibe, esfiha que ele faz. Ele diz que só sabe de cabeça, mas um dia eu arranco isto dele, pois os salgadinhos dele são os melhores do mundo!)
Mas voltando aos hábitos alimentares por aqui... muita gente fala que aqui é a terra do fast food, comida godurosa e pouco saudável. É verdade que estes alimentos existem em abundância e infelizmente são os mais baratos por isto os mais consumidos. Durante a minha época de au pair lembro de ter vivido a base de McDonald's, Subway e quando em casa caia na tentação das pizzas e massas congeladas da marca Lean Cuisine. Quando comecei a namorar o meu marido foi que um mundo culinário se abriu pra mim...
Pra me impressionar ele fazia macarrão com uns molhos maravilhosos (que depois eu descobri que era tudo comida pré-preparada, mas o que valia era a intenção.) e também como passeávamos muito, começamos a comer em muitos restaurantes e graças a diversidade cultural aqui da Bay Area, as opções eram imensas: mexicana, tailandesa, indiana, chinesa, italiana, etc.
A princípio eu achava tudo apimentado e isto porque aqui eles usam pimenta do reino e sal para temperar tudo. Aos poucos fui me acostumando com o paladar e aprendi a escolher as comidas que me agradava. Acostumei tanto com o sabor da comida daqui que quando os amigos que visitam reclamam da pimenta da comida acho que eles estão todos malucos.
Hoje em dia cozinho muito mais do que como fora, a não ser que o marido esteja doido para comer comida chinesa (que eu detesto) ou comida indiana (que dá trabalho fazer em casa e nunca fica igual). Por questões de saúde também tive que eliminar o sal da minha dieta, então comer fora virou uma missão quase impossível já que o único tempero que eles conhecem além da pimenta do reino é o sal.
De vez em quando dá uma saudade de uma comidinha brasileira então vamos a algum restaurante aqui perto ou se a inspiração é muito grande, faço algo que seja simples em casa mesmo. Os ingredientes estão nos mercados só saber o nome em inglês e procurar.
Já deixei a fase de comer bobeira, doces e hoje em dia só entro no McDonalds se der a louca no marido de tomar café da manhã por lá. A minha alimentação é muito mais saudável do que era no Brasil, mas não tenho mais aquela paranóia de ficar restringindo comida por conta de dieta. A vida é muito curta pra gente ficar se torturando com dietas e depois que fui obrigada a restringir bastante a minha alimentação, fico feliz por ter aproveitado enquanto pude.
A dica se vier para as bandas de cá é ... não tenha medo de arriscar. SE você pedir algo que não gostou, paciência, pelo menos você provou. E se provar e gostar, colocará em seu cardápio mais um prato novo.
Algumas pessoas dizem que é muito difícil se adaptar ao paladar da comida daqui, então coloque a mão na massa e prepare você mesmo a sua comida. Há uma variedade enorme de alimentos pré-prontos, congelados, molhos e vários tipos de macarrão e se der saudade daquele feijão com arroz, nada impede você de preparar e comer feijão com arroz todos os dias! O que não falta na internet são milhões de receitas com vídeos, passo-a-passo para qualquer um virar um grande chef!
Só colocar a mão na massa e começar a comer!

Ah, e uma dica importante pra quem vem pra cá a passeio. Não tenha vergonha de pedir pratos em restaurante e dividir com uma outra pessoa. Apenas diga ao garçon: "We are going to share - Nós vamos dividir". As porções são gigantes e te garanto que mesmo que você divida ainda irá comer muito bem. Alguns restaurantes cobram uma taxa de alguns dólares para dividir, mas vale a pena pela economia da conta e também para evitar o desperdício. Mas se você pediu e não conseguiu comer tudo sozinho, peça uma "bag to go" e leve os restos para a casa. Assim você terá mais do que uma refeição e evitará o desperdício.

Comments

  1. Muito bom o jeito que você se alimenta! Acho que dividir é muito bom mesmo. Também como melhor aqui. Passei a conhecer muito vegetal novo quando me mudei pra cá.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Cintia! Passei da fase de experimentar e comer tudo pela frente e agora acho que encontrei o equilíbrio. Não dá mais para sair para comer e limpar o prato!

      Delete
  2. Também acho a comida daqui picante, especialmente porque tem muitos asiáticos, mas tem opções para todos os gostos. Eu adoro feijão com arroz, frutas e legumes, minha alimentação sempre foi saudável, mas nunca fiz dieta, tomo sorvete, adoro donuts, pudim, e como quando dá vontade... também cozinho de tudo, não que seja muito boa na cozinha rsrs, mas com tantas receitas na net, o desejo de fazer/aprender fica mais fácil. Nunca gostei de McDonalds, e quando dá adoro ir a restaurantes tb. Bj

    ReplyDelete
    Replies
    1. Comida asiática é mais picante, mas achei interessante que qualquer coisa até mesmo molho de tomate tem pimenta! Hoje em dia não noto mais, mas vejo meus amigos que visitam sempre reclamar!
      Tem que comer o que tem vontade mas sempre em moderação já que aparentemente até o ar daqui engorda :-)

      Delete
  3. Esse molho de tomate que você fala, seria salsa? Molho para tacos, tortilla chips? Se for, geralmente é picante mesmo, pois usam vários tipos de pimenta, mas aqui encontro as opções mild, medium e hot. Adoro salsa e sempre tenho em casa...tenho uma receita de tacos muito boa, caso queira, eu envio p teu email :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Kel! Não estava falando de salsa não, era molho de tomate comum. Eu não sinto mais diferença, mas tenho uma amiga que é super sensível a pimenta e ela diz que a maioria dos molhos tem pimenta (não que seja apimentado, mas dá para sentir o sabor). SE você enviar a receita de tacos vou adorar!

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe