É legal viver ilegal nos EUA?

Nas minhas andanças pela internet hoje me deparei com o vídeo de um brasileiro que mora há muitos anos aqui nos EUA respondendo a um email que recebeu de outro brasileiro com perguntas e opiniões sobre se valia a pena viver aqui nos EUA, mesmo que de forma ilegal. E ao assistir este vídeo fiquei com vontade de dar a minha opinião sobre o assunto, já que nunca falei muito sobre este assunto por aqui.
Não tenho autoridade para falar sobre o assunto porque durante todo o tempo em que moro nos EUA tenho a minha situação de imigrante regulamentada, então alguns problemas ou dificuldades que um imigrante ilegal - o politicamente correto indocumentado - passa não posso contar de experiência própria porque nunca aconteceu comigo. Mas conheci algumas pessoas nesta situação e sei a vida que estas pessoas levavam.
A experiência de um imigrante é diferente e pessoal, assim como a sua vida é diferente da do seu vizinho e até mesmo dos seus irmãos. Cada um tem uma visão diferente da vida, um conjunto de valores morais e éticos no qual toma suas decisões, escolha de carreiras, aptidões físicas e emocionais diferentes, então não dá para dizer que você seguir os passos X,Y e Z terá sucesso na vida, seja ela aqui, no Brasil ou em qualquer lugar do mundo.
As pessoas deixam o seu país de origem para buscar uma vida melhor. Ponto final. Se eu tivesse uma boa qualidade de vida no Brasil, jamais teria deixado toda a minha vida, carreira, amigos, família para  trás para viver num lugar totalmente desconhecido. Não sou diferente de uma pessoa que cruza a fronteira ilegalmente, ou permanece além do permitido pelo visto. Todos buscamos estabilidade financeira, aproveitar a vida, ter a sensação de segurança e ver os frutos do esforço do nosso trabalho. Em resumo, todo mundo quer apenas ser feliz.
Há diversas maneiras de se conquistar esta vida e aí entra as nossas diferenças de valores pessoais e a nossa diferença como pessoas. EU não viveria aqui ou em qualquer lugar do mundo de forma ilegal.
Quando alguém me pergunta (até mesmo o meu melhor amigo desiludido com a vida no Brasil semana passada me perguntou) se vale a pena vir pra cá tentar a vida, mesmo como imigrante ilegal, eu respondo que NA MINHA OPINIÃO não vale a pena. E não falo isto porque não quero que outras pessoas se dêem bem na vida, ou estou com medo que mais brasileiros venham pra cá e "roubem" os empregos. Este é o comentário mais idiota que já ouvi. Faço de tudo o que posso para ajudar as pessoas e é por isto mesmo que dou este conselho.
Sem o visto apropriado para trabalhar, o imigrante ficará limitado a encontrar sub-empregos e com isto ficará sem muitos direitos e benefícios como plano de saúde ou proteção contra exploração. Claro que você pode encontrar trabalhos informais de limpeza, cuidando de criança, construção, jardinagem, pode abrir seu próprio negócio fazendo reparos, cozinhando, etc. Mas é preciso ter em mente que estes empregos não serão por tempo integral e será necessário combinar vários trabalhos para poder ter uma renda satisfatória para pagar as contas no final do mês e aproveitar estar aqui nos EUA. Apesar da lenda de que alguns contam que chegaram aqui, ficaram ilegais e conseguiram um trabalho para ganhar visto de trabalho e posteriormente um green card, não consegui NINGUÉM que tenha feito esta proeza, simplesmente porque um visto de trabalho além de ser bem burocrático, é bem custoso para a empresa e as empresas americanas não vão perder tempo com isto se há a possibilidade de contratar americanos ou pessoas que já possuam os documentos para trabalhar legalmente no país.
Os custos para se morar por aqui depende muito de região para região, aqui na região de San Francisco tem aumentado astronomicamente, principalmente de moradia como já comentei em outros posts aqui no blog. Tenho amigos americanos que tiveram que morar com os pais ou dividir casa com outras pessoas (roomates) para poder pagar aluguel ou a prestação da casa. Esta realidade pode ser diferente até mesmo em outras partes da Califórnia, mas é o que acontece infelizmente nesta região. Pra se ter uma idéia o aluguel de um apartamento é em média 2.000 dólares.
O simples fato de estar ilegal não irá te dar o direito de ter um documento chamado Social Security, que seria como o nosso CPF no Brasil. Para se conseguir um "emprego de verdade" a empresa irá pedir este número de documento para poder processar e descontar os impostos devidos do seu salário. Algumas pessoas compram um número falso para conseguir emprego ou fazer outras transações financeiras, mas isto é CRIME e se você for pego terá ser preso e deportado com certeza. Isto é algo muito sério!
A Califórnia a partir do começo deste ano começou a emitir carteira de habilitação para imigrantes ilegais. A idéia do governo daqui é que é melhor a pessoa ter um documento para dirigir do que sair por aí dirigindo sem documento e sem o seguro obrigatório do veículo - que só é adquirido com carteira de habilitação (até onde eu saiba). Ter uma habilitação não significa que você é legal, mas pode facilitar um pouco a sua vida.
Também sei que se comprovado que a pessoa reside no estado por 2 anos  é possível pagar faculdade com o valor de um residente californiano. Acredito que matricular crianças na escola não seja um obstáculo, pois é obrigatório que crianças estejam matriculadas em escolas ou recebam a educação em casa, o chamado home schooling, mas é preciso "dar conta" ao governo que a criança esteja estudando.
Uma dificuldade comum, e esta é tanto para imigrante legal quanto o ilegal é a questão do "credit history", ou seja, o seu histórico financeiro. Aqui não tem o SERASA ou CPC onde as pessoas que são mau pagadores ficam com o nome sujo. O sistema de crédito funciona baseado em pontos. Estes pontos vão aumentando de acordo com o seu pagamento das suas obrigações financeiras como aluguel, financiamentos de carro ou casa, pagamento de cartões de crédito, etc. O problema é que se você não tem nenhum credit history, mesmo porque tenha acabado de chegar no país, é considerado um "mau pagador" porque a sua pontuação inexistente é equivalente a uma pontuação baixa. Por isto quando se aluga uma casa é preciso pagar um deposito de 2 meses como garantia quando se é aceito mesmo com o credit history inexistente. E financiamento quando se consegue fazer, possui juros muito altos. A pessoa que possui o Social Security vai conseguindo aos poucos aumentar a sua pontuação quando paga suas obrigações financeiras, mas os que não possuem o Social Security como conseguirão aumentar a sua pontuação? Já conheci pessoas que ficaram "dependentes" de outras pessoas porque pediram pra estas pessoas serem fiadores para conseguirem alugar casa ou comprar alguma coisa.
Outra questão que deve-se levar em consideração é a impossibilidade de sair do país. Muitas pessoas ficam anos sem poder ver a família, conheci uma coreana uma vez que disse que não pôde visitar os pais quando adoeceram e eles morreram sem vê-la porque ela não podia sair do país, já que uma vez fora, é praticamente impossível retornar por meios legais pra cá. Por mais que você tenha uma vida boa por aqui, a saudade aperta e muito e algumas pessoas consideram este preço muito alto a se pagar.
Mesmo após ler as minhas considerações, se há ainda a vontade de arriscar tudo e tentar a vida por aqui, gostaria do fundo do meu coração que você leve em consideração os seguintes pontos:
Aprenda inglês. A vida de um imigrante já é difícil se houver barreira da língua as coisas só ficarão ainda mais complicadas. As oportunidades de trabalho ficarão limitadas e você será dependente de outras pessoas que podem te ajudar ou te passar a perna. Estude o máximo que puder antes de vir pra cá, pelo menos para se comunicar o básico. Quando chegar aqui pode ser que não dê tempo para estudar por conta das longas jornadas de trabalho.
Pesquise. Pesquise o local pra onde vai, os preços dos aluguéis da região, o clima, ofertas de trabalho. Hoje em dia a internet está aí cheia de ferramentas para te ajudar a não entrar nesta aventura de olhos vendados. Entre em grupos do facebook de brasileiros da região que pretente morar, pesquise em sites como o www.craigslist.org preços de apartamentos, oferta de empregos informais, etc. A melhor fonte de informação é alguém que mora na região e já passou pelos perrengues, mas tenha jeitinho para perguntar. As pessoas geralmente ajudam muito umas às outras, quando percebem que não estão sendo bombardeadas com perguntas básicas que podem ser encontradas facilmente numa pesquisa no google, como por exemplo : San Francisco é perto de Los Angeles?.
Prepare-se. A preparação será muito importante para a decisão de viajar. Tente economizar um dinheiro para se sustentar até encontrar um emprego. Encontre um lugar temporário para morar até as coisas se ajeitarem. Prepare-se psicologicamente para estar longe, numa cultura diferente. As dificuldades aparecerão, mas se você se preparar para enfrentá-las os estragos serão menores do que se você for pego de surpresa.
Uma vez ilegal... - Poderá haver restrições futuras para entrar no país caso deseje abandonar tudo e retornar para o Brasil e ter dificuldades para obter outros tipos de vistos.
Não estou desencorajando ninguém a correr atrás dos seus sonhos. Como disse aí em cima, as decisões que tomamos na vida precisam são baseadas em uma série de fatores que levam em consideração as convicções e ambições pessoais. A resposta do título do post se é legal viver ilegal aqui só pode dar quem teve a coragem de arriscar tudo e viver na pele a situação. Algumas pessoas foram bem sucedidas e no meio do caminho encontraram a oportunidade de legalizar sua situação no país, outros permanecem na condição de ilegais e estão vivendo suas vidas com suas limitações e sacrifícios. Não há uma receita de sucesso pronta e que funcione para todos. Pessoas são diferentes, caminhos são diferentes e a única pessoa que sabe o que é melhor pra você e que vai determina onde você pode chegar é você mesmo.
E se você veio pra cá e viu que as coisas não eram como esperado, não há vergonha nenhuma em retornar para o Brasil. Pelo menos você tentou e isto já é mais do que muita gente por aí faz.

53 comments:

  1. amo seus textos e opiniões e faco das suas palavras as minhas. bj

    ReplyDelete
  2. Você colocou tudo muito bem. Acho extremamente arriscado viver na ilegalidade. O Brasil está na fase " ame ou deixe-o " e muita gente está querendo arrumar a mala. :)
    Bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Rose ontem estava conversando com uma amiga exatamente sobre isto... sei que as coisas no Brasil não estão muito boas mas parece que deu uma histeria geral e todo mundo só pensa em sair do país a qualquer custo, sem pensar nos desafios de morar fora. Conheço pessoas que moram aqui há decadas ilegais e até esquecem da condição, a não ser o detalhe de que não pode retornar pro Brasil.

      Delete
  3. Infelizmente não é histeria. sabemos dos riscos. Mas a crise no Brasil é moral. é de baixo a cima. e nao tem cura.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi anônimo! Obrigada pelo seu comentário. Histeria eu digo no sentido de que é preciso sair do país a qualquer custo, a qualquer preço, sem medir as consequências. Fico extremamente triste quando acompanho as notícias do Brasil, porém mais triste ainda quando as pessoas acreditam que a mudança acontecerá somente com os políticos, sem perceber que cada um fazendo a sua parte é que irá fazer a diferença.

      Delete
    2. Não Existe isso de "todo mundo". O Brasil é um país culturalmente canceroso. Toda e qualquer pessoa que não se encaixe por aqui vai naturalmente tentar sair daqui, buscar uma condição melhor em outro lugar, do ponto de vista cultural e moral, não somente financeiro.
      EU mesmo, sou advogado e tenho uma vida financeira razoavel aqui no Brasil, mas vou me mudar para os EUA através de um visto de Work and Travel, para ter o Social Security, e vou ficar...e seja o que deus quiser.O Brasil não da mais....me da asco

      Delete
    3. Oi anônimo! Não entendi o que quis dizer com o " não existe isso de todo mundo".
      A nossa cultura tem sim muitos problemas como a intolerância ao diferente, a desvalorização da mulher, a exaltação do sexo e sexualidade porém há muita coisa boa como a importância dos laços afetivos, a socialização, a persistência. Precisamos como povo progredir muito em questões sociais e morais mas cultura é um conjunto de valores e crenças que tem raízes econômicas, sociais e históricas. Não são coisas que mudam de um dia para a noite. O Brasil ainda é um país relativamente jovem e tem muito ainda que crescer e eu acredito que um dias as coisas irão mudar e melhorar.
      Quanto à sua colocação de não se adequar e querer sair, foi mais ou menos o que aconteceu comigo. Nunca me senti bem em São Paulo e este foi um dos motivos, não o fator principal, que me fez querer explorar o mundo.
      Desejo boa sorte pra você e espero que você consiga encontrar o seu lugar ao mundo e tenha uma vida plena e feliz :-)

      Delete
  4. Parabéns pelo texto, claro e imparcial.
    Daqui uns dias eu e minha família estaremos desembarcando em NY. Não é uma decisão fácil. Levou anos para se tornar real e possível. Só vamos pois temos muitos amigos que nos acolherão. Caso alguém queira ir sozinho, sem ter ninguém aí, não aconselho.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Anônimo, obrigada pelo seu comentário. Imagino o quão difícil seja tomar esta decisão de mudar de país, sabendo os benefícios mas também os riscos. Foi isto que quis dizer no post, que nem tudo serão flores, há desafios a serem superados. Eu desejo muito boa sorte pra você e para a sua família, é bom mesmo ter amigos por perto para dar um apoio!

      Delete
  5. Gostei do texto e dos pontos de vista, eu sou daqueles que não tem nada pra me segurar aqui, que gosta muita da cultura de lá e que quer muito trabalhar e viver uma vida digna e independente, tenho 17 anos e diferente de muitas pessoas eu sempre fui ligado aos EUA desde pequeno, jogando jogos em inglês, vendo muitos filmes e séries legendados (nunca dublados) de lá, e de acordo com que fui crescendo fui começando a ter ainda mais contato com a língua, comecei a ver vídeos sem legendas, ler textos de assuntos de lá que me interessavam, como política, jogos, curiosidades, etc... ainda não falo fluentemente, mas entendo quase perfeitamente. Como eu e minha mãe sempre tivemos amigos que moram lá, nunca tivemos medo de ir pelo fato de conhecermos por relatos e de estarmos cansados na vida aqui no Brasil. Com relação a família, a única pessoa que talvez poderia me segurar seria minha mãe, mas ela mesmo está querendo ir depois, então estou tranquilo sobre isso. Agora, acho que o principal motivo de eu querer tanto ir é o fato de culturalmente eu me identificar muito mais com os americanos do que com os brasileiros, e não estou dizendo "da boca pra fora", é uma constatação que fiz depois de muita análise. Mas no geral, acho que para quem é solteiro, não é apegado a família e conhece um pouco da cultura e da língua, é uma boa aposta. Sobre a renda e custo de vida, acho que se colocar na balança, mesmo com todas dificuldades ultrapassa o Brasil de 2015. Só esclarecendo uma coisa no seu texto: você falou que os imigrantes ilegais não teriam proteção contra exploração, mas isso só aconteceria se eles não pudessem se defender, o que não é verdade. Sim, há vários direitos que eles não tem, mas coisas como salário não pago ou não pagar ou que combinou pode ser levado para justiça, se é conseguido o reembolso eu não sei, provavelmente não, mas que arranja problemas para o empregador com certeza arranja, e acho que isso já é o suficiente pra ele considerar em pagar.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Lucas!
      Obrigada por ter lido o texto e pelo seu comentário. Como disse no texto eu não estive em situação ilegal no país mas conheci pessoas que passaram pela situação e relatei as experiências que conheci. Imigrar para um outro país é uma decisão pessoal e deve-se levar em consideração vários aspectos sociais, econômicos e culturais. O que sempre incentivo para as pessoas que querem morar fora do Brasil é pesquisar muito sobre o lugar e tentar se preparar o melhor possível para os obstáculos que acontecerão. Por mais que você conheça muito intelectualmente um lugar, morar em um lugar diferente com língua e costumes diferentes tem choques e conflitos. Desejo à você uma boa sorte na escolha que você tiver.
      Sobre a proteção contra exploração, muitas pessoas por falta de conhecimento e medo de serem deportados ficam quietos e não correm atrás dos seus direitos, porque eles acreditam que tem muito mais a perder. Mais uma vez, afirmo que ter informação é essencial, pois as leis trabalhistas e criminais se aplicam a todas as pessoas, imigrantes, residentes ou não. Infelizmente quem trabalha ilegalmente não tem muitos "direitos" já que o pagamento é feito muitas vezes por baixo dos panos e com um valor menor do que outros que possuem permissão para trabalhar. E muitos preferem ter um trabalho que ganhem pouco do que não ter trabalho algum, porque encontrar empregos (até mesmo sub-empregos) não é tão fácil quanto se imagina.
      Mais uma vez obrigada pelo seu ponto de vista e boa sorte pra você!

      Delete
    2. Boa tarde, realmente não tem como falar e saber o que realmente acontece se não estiver na pele da pessoa, mas eu morei ilegal por 6 anos e durante todo o tempo em que estive no país, vi vários americanos que ganhavam menos do que eu. Se você pesquisar bem verá que a menos que tenha um diploma em mãos, coisa que pouquíssimos americanos possui, os melhores salários são sim para mão de obra dura, tipo limpeza, jardinagem e construção. E não é nem um pouco difícil arrumar emprego nessa área, já que americanos não topam encarar esses serviços, não pelo salário, mas pelo trabalho duro mesmo. Eles preferem ganhar menos e trabalhar com coisas menos pesadas. Não estou generalizando, só colocando o que vi e que ouço falar até hoje, já que conheço muitas pessoas que estão no país (todos ilegais).

      Delete
    3. Obrigada pelo seu comentário e por compartilhar a sua experiência como uma pessoa que viveu ilegal por muito tempo aqui no país. Como disse, o que escrevi são relatos de pessoas que viviam próximas de mim e o que eu observei tendo contato com pessoas que estavam ilegais aqui na minha região.

      Delete
  6. Me tira algumas dúvidas se souber claro um ilegal nos EUA pode abrir conta em banco ? Pode viajar de aviao dentro dos EUA sempre ouvi dizer que não que so de ônibus ou trem, um ilegal se abrir um pequeno negocio nos EUA ele consegue regularizar a situação futuramente ? E é possível abrir um negocio nos EUA sem o Security Social ? A CNH qualquer estado americano emite pra algum ilegal ou so a Califórnia ? No caso da policia se eles te pararem por ex na estrada eles vão verificar se você esta ilegal ? E se souberem eles prendem e deportam ? E sobre ligar luz, agua, tv a cabo consegui pedir sem o Security Social ? Sempre tive essas duvidas.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi anônimo!! Infelizmente eu não vou poder te ajudar com as suas perguntas, não tenho a menor idéia de como funciona para uma pessoa sem Social Security abrir conta no banco, abrir empresa, etc. Aconselho a você dar uma olhada em fóruns na internet ou grupos do facebook porque sempre tem alguém que acaba colocando experiência.
      Em relação a viajar de avião, você pode sim desde que tenha carteira de motorista (alguns estados estão emitindo para imigrantes ilegais, como a Califórnia). Acho que você pode usar o seu passaporte também desde que esteja válido, ninguém vai verificar o seu visto só a página de identificação pra saber se você é você mesmo. Quanto à ser parado pela polícia, existem diferentes leis em diferentes estados. Na Califórnia um policial não pode perguntar a sua situação imigratória, mas no Arizona por exemplo eles podem e estavam há algum tempo atrás prendendo e tentando deportar todo mundo, não sei se continuam fazendo agora.

      Delete
  7. Oi, não sei enviei minha pergunta então vou escrever de novo. Meu nome é Valéria, to querendo ir pra CA, mas tenho minha filha de 15 anos. Temos visto, vou levar dinheiro pra 2 meses de aluguel, tenho com quem trabalhar, mas minha preocupação é se quando eu chegar vou poder matricular ela numa escola publica. Já morei em LA em 92, mas tinha 19 anos e só estudei inglês na escola para adultos pra aperfeiçoar, e não fiquei ilegal pq saia a cada 6 meses o que não vou fazer agora, to indo pra ficar. Minha dúvida mesmo é a escola pra ela. Eu posso chegar e matricular ela com o visto de turista? Sei que ela vai fazer um testa pra entrar, mas só tenho medo disso, se ela vai mesmo poder estudar sendo turista. E depois dos 6 meses, como faz, ela continua na escola? Se puder me ajudar.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Valéria! Obrigada pelo seu comentário e por enviar a sua pergunta. Eu não sei como funciona a matrícula de crianças em escolas na Califórnia, já que não tenho filhos, porém dei uma pesquisada na internet sobre a sua questão e o que eu li a respeito é que desde que você tenha 2 comprovantes de residência (contrato de aluguel já que as escolas para matricular são vinculadas com o seu endereço mais conta de luz, telefone, etc). Você não precisa dizer qual a sua situação imigratória ou a da sua filha, e eles não podem te perguntar ou te discriminar por isto. A lei estadual obriga crianças em idade escolar a serem matriculadas dos 5 aos 18 anos. Procure se informar com pessoas da região a qual irá morar, existem grupos de mães e brasileiros no facebook que podem te dar maiores informações. Boa sorte pra você!

      Delete
  8. Muito obrigada, me ajudou muito com a sua resposta, vou alugar um apartamento chegando lá então vou poder comprovar residência. To gostando muito do seu blog!!!

    ReplyDelete
  9. Olá, tudo bom?

    Meu nome é Murilo e tenho 30 anos. Estou indo para Iowa mes que vem para visitar uma familia de americanos, amigos meus. O sogro da minha amiga está procurando uma pessoa para ajudar ele levando amish para seus afazeres já que eles não dirigem. Seria um trampo para 6 meses que é basicamente o tempo que a imigração te dá quando você entra como turista.

    No caso se eu aceitar fazer esse trabalho, eu não estaria como um ilegal mas estaria trabalhando ilegal pois meu status de visa não é de trabalho e sim B2. Você acha que daria problema?

    Já estive nos EUA várias vezes e acabei de retornar da Irlanda depois de ficar 3 meses. Qual é sua dica?

    Fico no aguardo. Muito obrigado.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Murilo!
      Pelo o que você descreveu, você tem consciência que não estará ilegal, mas estará trabalhando de forma ilegal no país. Se o seu amigo te pagar em dinheiro acho que não tem problema em você ajudá-lo, não teria como eles rastrearem o seu emprego. Tenha apenas certeza de que a sua carteira de habilitação é válida por 6 meses em Iowa.

      Delete
  10. Parabéns pelo seu Blog, estou adorando :)

    Se você puder me responder sobre valores de cursos superiores para imigrantes, li em alguns lugares que se o imigrante comprovar ter dois anos de residencia na Califórnia pode pagar o mesmo valor que um americano ou residente permanente. Você já ouviu sobre isso, pois onde vi era muito superficial a informação. Então penso em ir como estudante fazer um curso de inglês e aprimora-lo e depois de dois anos tentar um curso de pós, pois vou me formar aqui ainda.

    O que acha? Qual sua dica?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Michele!
      Obrigada pelos elogios e fico contente que gosta do conteúdo do blog.
      Sobre a sua pergunta, imigrantes ilegais que tenham completado pelo menos 3 anos do ensino médio (high school) no estado da Califórnia paga sim o valor de residente. Outra forma de pagar o mesmo valor de um residente é morar na Califórnia por mais de 1 ano com vistos que não pertençam às categorias (B, C, D, F, H2, H3, J, M, O2, P, Q, TC ouTD).
      Ou seja, se você terminar a sua faculdade e vier pra cá com o visto de estudante F1, irá pagar a taxa de estudante internacional que é geralmente 10x mais cara que a de um residente. Porém, o benefício de estar com o visto de estudante e fazer uma pós-graduação após o término do curso você pode aplicar para outro visto que te possibilita trabalhar um tempo criando a possibilidade (mesmo que remota) de um visto de trabalho.

      Delete
  11. Ola

    Parabéns por suas reflexões eu concordo plenamente de seus pensamentos, temos uma situação muito próxima e me discurso é semelhante ao seu estava pesquisando o tema pois estava escrevei para uns amigos que passam por esse momento de dúvida é minhas considerações são iguais as suas (risos) aliás se olha se o e-mail que envie a eles pensaria que plagiei seu texto. Mas não o fiz de verdade (risos)

    Ótimo dia saúde e sucesso!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Alan! Obrigada por seu comentário! Sucesso e saúde pra você também!!!
      Gosto de falar sobre os dois lados da moeda porque quem está no Brasil e nunca viajou para os EUA tem uma visão muito romantizada daqui. Para tomar uma decisão de mudar-se pra cá é preciso levar em consideração muitos fatos. Viver e passear num lugar são coisas totalmente diferentes!

      Delete
  12. Oi, agora quando tenho dúvidas e são muitas, eu corro aqui no seu blog que acho o melhor. Meu nome é Val, e estou indo em janeiro pros Estados Unidos. Não vou poder levar tudo, claro, mas minha filha tem livros e dvds que ela adora. Se eu deixar com uma amiga, tem como ela ir enviando aos poucos por sedex?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Val! Que bom que você gosta do blog e as informações aqui estão lhe ajudando! Quanto ao envio de livros pelo correio é possível sim, porém o custo de envio de sedex é muito caro! Talvez vale a pena você pagar por uma mala extra com o peso de 32kg. Veja com a companhia aérea mas o valor geralmente de uma mala extra fica mais ou menos 150 dólares. Sabendo o tanto que você precisa enviar e o custo do sedex você pode fazer uma comparação de preços e ver o que é melhor pra você!

      Delete
  13. Oi ! Tudo be ,Morei na irlanda por 4 meses e sei que é ruim ficar preocupado com a imigraçao mas aqui no brazil a violência está crescendo numa situação alarmante tenho um filho de 1 ano e 3 meses quero o melhor pra ele tenho guardado 500 mil reais e pretendo investir nos estados unidos gosto da Califórnia e gostaria de saber se a situação econômica vai bem pir aí desde já agradeço sua atenção.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Alexandre!
      Existe um visto para investidor onde a pessoa e sua família recebe green care quando investe em negócio nos EUA e gera uma certa quantidade de empregos, mais informações sobre isso você encontra no site da uscis o visto é o EB5. Se eu não me engano. A economia aqui na Bay Área está boa, com geração de novos empregos, muita construção e índice de desemprego baixo do que o do resto do país. Mas esteja preparado para concorrência grande e alto custo de vida

      Delete
  14. 515 anos de malandragem e falcatruas , e eu particularmente não consigo acreditar mais em nada , regras são mudadas de acordo com os interesses de quem detém o poder ou é amigo do poder , leis que as pessoas não respeitam mas usam para se beneficiar em algum momento , Qual futuro tem esse país ? e se tiver algum , quando ele virá ? Mais 515 anos ?

    ReplyDelete
    Replies
    1. oi Carlos! Obrigada pelo seu comentário. Sei que a frustração com o país é muito grande, eu fico indignada vendo as notícias, mas o Brasil ainda é um país jovem, tem muito o que amadurecer... talvez 515 anos ou menos, mas um dia acredito que as coisas irão mudar...

      Delete
  15. Ola Paulistana!,prazer em conhece-lá,Eu me chamo Dany Perez minha esposa e eu estamos pensando em ir aos Estados Unidos para ver de perto a realdade,mas vc tem tirado muitas duvidas que nós agente tinha,oque os amigos colocaram sobre nossa situação (Brasil) é uma pura verdade,nossas escolas ñ oferecem ensino de qualidade,um salario bom,sensação de segurança nem se fala,pois quando vemos pela tv,internet etc,como funciona muitas coisas fora daqui,realmente da ima vontade de aventurar,embora pareça luocura,mas com suas informações nos deu um norte e um pouco mais de cautela,até pq não tenho nem uma formação profissional,sou fotografo e propagandista,mas nessas áreas haveria possibilidade de eu ter alguma oportunidade? Obgd pela sua Atenção !

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Dany! Fico feliz em saber que as informações que coloco aqui no blog ajudam de alguma forma! Não sei informar das oportunidades profissionais pra você como fotógrafo. Se você tem vontade de imigrar para qualquer lugar que seja, o importante é adquirir informação do lugar, ver se se adequa ao seu estilo de vida e seus gostos e principalmente aprender o idioma local! Faz toda a diferença!

      Delete
  16. Quando um brasileiro vai morar ilegal nos EUA ele consegue empregos como pedreiro, pintor, faxineiro etc. Você tem noção de quanto é pago por esses serviços?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não tenho a menor idéia de quanto é pago por estes serviços, pois depende do estado e do trabalho... Pra você ter uma idéia o salário mínimo é de 7 a 15 dólares por hora.

      Delete
  17. Eu me chamo Ewerthon, sou de Goiânia tenho trabalho e acabei de comprar minha casa e estou formando em engenharia civil no final de 2006, minha quase esposa está fazendo arquitetura 4* período, sei que ja temos muitas conquistas para um casal de 21 e 20 anos mas nao estamos realizados, e estamos decididos a passar nem que seis(6) meses em NY para tentarmos entender como realmente é a vida ai, falo inglês, e apto a qualquer trabalho. Vc mais do que ninguém sabe como é a vida aqui no Brasil, semana passada foi roubado e levaram minha moto, estou formando e não tenho tantas expectativas de emprego na minha area de formação O que me recorre com forto ímpeto é ir pros EUA e ver de perto como realmente é a vida americana. Nesse período de turismo caso goste vou pra ficar! Pq aqui no Brasil sinto que as coisas são muito difíceis!
    Como é sua vida aí? Vc realmente vive o sonho americano? Tem um carrão uma mega casa? Dinheiro no bolso? Viaja quando quer a Orlando? Como no MC donalds e não acaba com seu salário?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ewerthon, sinto muito pelo o que você passou! Sei o quanto é revoltante e triste ser assaltado a mão armada, mas graças a Deus você não sofreu nada, hoje em dia vemos muitos assaltos terminarem em tragédia por conta da maldade dos assaltantes.
      Se você tem vontade de vir pra cá, tente! Não sou o tipo de pessoa que vai desencorajar ou encorajar ninguém a imigrar, gosto apenas de mostras os dois lados da moeda, porque as pessoas que imigram geralmente só mostram as coisas boas, as aquisições materiais sem dizerem sobre as dificuldades de se morar longe da família.
      Quanto às suas perguntas, posso dizer que tenho uma vida confortável, nossa casa, carros não são luxuosos. Pra ser sincera, eu nunca fui pra Orlando mas conseguimos viajar sempre que podemos e não vivemos aqui no aperto, mas isso se dá também porque temos consciência de como gastamos o nosso dinheiro. E não se preocupe em ir comer no McDonald's, aqui é muito barato pra você ter uma idéia é um dos lugares onde há bastante mendigos, moradores de rua e pessoas de baixa renda fazem suas refeições, já que existe o dólar menu ontem items custam 1 dólar (cheeseburger, batata pequena, refrigerante pequeno, 2 tortas, etc.)

      Delete
  18. Entendi o que VC disse...mas há efetivente uma forma de morar nos EUA sendo um cidadão legal? De fato gostaria de me mudar com a minha esposa mas lendo por aí não vejo opções que não simplesmente ir e ficar.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Marcel!
      Obrigada pelo comentário.
      Existir opções de morar legalmente aqui, existe sim! Porém o processo ou é muito demorado, ou muito caro! Nem todo mundo que vem pra cá como imigrante vem de forma ilegal...
      Não sou advogada de imigração e o que sei sobre o sistema é que o que passei e histórias de conhecidos...
      Basicamente há o visto de trabalho HB1 que é muito difícil de conseguir por conta da demanda. O L1 que é um visto de trabalho também, mas de transferência internacional, ou seja quando você já trabalha na empresa fora do país e vem transferido pra cá. ESte visto geralmente te dá oportunidade de aplicar mais tarde para o green card. O visto de estudante, F1 mas que te dá oportunidade apenas de estudar aqui legalmente, sem poder trabalhar. Depois de terminar o seu estudo (Faculdade pra cima) você tem um ano que pode ser "estagiário"com o OPT. Daí, você pode dar sorte e a empresa te contratar... mas vai entrar na fila do HB1. E o visto de investidor E5, se não me engano, mas precisa seguir um monte de regras e é preciso investir meio milhão de dólares.
      Espero que ajude de alguma forma...

      Delete
  19. Vocês vão encontrar vários posts destes, com estes mesmo dizeres, com estás mesmas dificuldades, que vão fazer você mudar de ideia, ou repensar, e até mesmo desistir do seu sonho, morei 6 meses em Miami como turista, e só voltei mesmo porque a saudade da família era grande, mas me arrependo muito, mas muito de ter voltado para o Brasil, fácil não é, mas também não é difícil e nem impossível, é viver, nós já vivemos em um país que é um caos, o governo só rouba, as pessoas não tem direito há nada, você vive com medo de sair na rua e te roubarem, te matarem por um celular, eu não estou falando que lá é mil maravilhas, mas você mesmo ilegal tem oque todos tem, você mesmo ilegal compra um carro, você sendo uma empregada não te olham torto, conheci muitas pessoas que estão ilegais há 20, 30 anos e se você pergunta se eles querem voltar para o Brasil, a resposta é : NÃO.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Anônimo, obrigada pelo seu comentário no meu blog! Nunca escrevi o intuito de desanimar ninguém, eu acredito que sonhos devem ser alimentados, porém acredito também que é necessário ter informação para se tomar uma boa decisão.
      Não é impossível viver aqui, dá para se viver ilegal sim e ter um padrão de vida bom se comparar com o Brasil, mas não pode-se negar que há dificuldades e um preço a se pagar por esta decisão.

      Delete
  20. Gostei muito do blog e de seus posts...Parabéns pela atenção dispensada a todos que de alguma forma pensam em outra alternativa de vida fora do Brasil.
    Tenho um relacionamento sólido e temos planos de ir embora do país...Ela tem como ser reconhecida como cidadã suíça e alemã devido a parentescos (ascendências) que permitem o passaporte EUROPEU. Existe alguma vantagem em poder usufruir desse tramite para conseguir o green card americano?? Ou teríamos alguma chance de arrumar emprego em situações favoráveis ??

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Anônimo(a). Obrigada por ler o blog e pelos elogios. Fico feliz que você tenha gostado e espero que tenha ajudado de alguma forma.
      A única vantagem de se ter o passaporte europeu/ cidadania europeia(alemão ou suíco) seria a possibilidade de aplicar para a famosa Loteria do Green Card. Brasil está há muitos anos banido dos países que podem participar, mas a maioria dos países europeus (exceto Grã-Bretanha) podem participar. Para você se beneficiar, acho que teria que ser casado e você entraria como dependente dela no processo. Você pode entrar maiores informações no site do Departamento de Defesa dos EUA https://travel.state.gov/content/dam/visas/Diversity-Visa/DV-Instructions-Translations/DV-2017-Instructions-Translations/DV-2017%20Instructions%20and%20FAQs.pdf. Cuidado com scammers que dizem que ajudarão no processo de loteria. Sempre procure sua fonte de informação o site oficial da imigração dos EUA e procure um advogado de imigração idôneo. Em relação à green card por trabalho o processo é bem mais complicado e demorado. Para uma empresa lhe dar um emprego e visto de trabalho precisa provar para o governo americano que nenhum cidadão americano pode fazer o seu trabalho e o custo é mais ou menos 10 mil dólares pra empresa. Espero que as informações lhe ajudem de alguma forma, qualquer coisa mande email! Boa sorte!

      Delete
  21. Olá, primeiramente parabéns pelo texto, muito bom. Gostaria de contar minha situação pois preciso de ajuda, eu moro no estado do Pará, foi professora de inglês, formada em Letras, e recentemente passei no curso de Mestrado em Educação da Florida Christian University em Orlando, gostaria MUITO de poder cursar, o valor da mensalidade não é tão caro assim se comparado com um curso de mestrado aqui no Brasil enfim... O negócio é: a Universidade não oferece o visto de estudante, eu poderia ir com o visto de turista, mas e depois de 6 meses? O visto de estudante não permite trabalho e, a minha família até pode me ajudar porém não pode bancar com tudo... Terei que arranjar um emprego também lá em Orlando... Enfim...É realmente extremamente difícil o visto de emprego? Por favor... Alguma ajuda!! Obrigada!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Kayna, obrigada por ler o meu blog e pelos elogios. Não conhecia a Florida Christian University e fui pesquisar para poder saber do que se trata para poder responder algo pra você. Pelo o que eu vi a faculdade tem licença para funcionar, mas não é accredited, o que significa que não tem licencá para emitir o visto de estudante. Pelo o que li eles não se importam com o seu status imigratório contanto que você pague e tenha notas, você se forma. Eles oferecem aulas online então você pode fazer aulas morando no Brasil. A única coisa que eles pedem é que você esteja em Orlando antes de se graduar porque a graduação é feita lá. SE você for com o visto de turista para ficar por lá por todo o período de do estudo não será possível, pois sua permanência expira em 6 meses e vai levar mais tempo para você se formar, ou seja, se você permanecer, ficará ilegal no país. O visto de trabalho não é fácil de conseguir a não ser que você tenha uma habilidade excepcional que nenhum cidadão americano tenha. O processo de visto de trabalho é longo e caro, não contaria com esta opção se fosse você. Você pode também procurar uma outra faculdade que tenha o accreditation e emita o visto de estudante, assim não teria problemas para ficar aqui ilegal. Claro que isso vai custar mais do que a atual faculdade em que você quer cursar. Espero que as informações ajudem de alguma forma. Qualquer coisa envie email, o endereço está no meu perfil do blog.

      Delete
  22. Adorei seu texto, achei muito sensato. Vc ainda considera difícil a situação de um ilegal que tem parentes legais vivendo no país, e que poderia dar todo suporte?
    Abraço!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Ana Mariana! Obrigada pelo comentário no meu blog e sinceramente, me desculpe por demorar tanto para te responder!
      Olha, ter um suporte aqui é muito bom e facilitaria muito a sua vida, se seus parentes não forem algum tipo de sponsor para um visto permanente, você continuaria com restrições de emprego e outros direitos por conta da sua situação migratória. SE você tem parentes por aqui, porque não vem pra cá como turista por 6 meses e vê como é a vida por aqui, antes de tomar qualquer decisão mais radical?

      Delete
  23. faça um artigo é legal viver legal no Brasil para ser mais parcial, esse artigo puxa sardinha forte para a elite q consegue visto de investidor.

    ReplyDelete
  24. Erick obrigada pelo seu comentário no meu blog. Este post não puxa sardinha para ninguém e existem outras possibilidades para conseguir viver aqui legalmente que não seja visto de investidor, só olhar no site da imigração americana para saber suas opções.

    ReplyDelete
  25. Olá Paulistana! parabens pelo teu blog, são ótimos os teus posts!
    eu e meu esposo estamos avaliando se iremos aos EUA, ja fomos algumas vezes à turismo e gostamos mto daí. Jamais iremos querer morar de forma ilegal por isso pensamos em meu esposo ir com visto F1 para estudar (a princípio num community college, por ser mais em conta), e conseguir um OPT. Nesse meio tempo, 3 anos, estarei como acompanhante, junto com nossa filha, que terá 1,5 anos. Eu claro, buscaria um emprego ao chegar de "sobrevivência" e ao mesmo tempo faria entrevistas de trabalho para ver se consigo uma empresa que poderia me contratar e patrocinar meu visto H1B (tenho graduação e experiência). Você acha que é possível buscar um H1B através de entrevistas e tal? vi o qto é custoso e burocrático esse visto, por isso pergunto, não sei se eu teria mtas chances...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Isabel, muito obrigada por seu comentário e pelo elogio em relação ao blog, fico feliz ue você goste dos posts!
      Quando as pessoas me perguntam sobre o visto H1B a minha resposta é sempre esta: sempre há vagas para profissionais EXCEPCIONAIS! Isso é o que você terá que ser para uma empresa investir em um visto deste tipo para você, que você tenha qualificação e experiência que não pode ser encontrada em nenhum cidadão americano... algumas empresas já colocam de cara nas vagas que pra aplicar precisa ter visto de permanência e trabalho porque eles não serão sponsor, mas não custa tentar... já deu uma olhada no LinkedIn para ver como está o mercado para você? Também depende da sua áreaa de atuação... vir como estudante é bom porque você pode "testar" as águas, lembre-se que visto F2 (para acompanhante) não dá o privilégio de trabalhar legalmente no país, se você o fizer será "debaixo dos panos". Boa sorte pra vocês!

      Delete
  26. Trabalhando como ajudante de montador de móveis e possível fazer 120 dólares por dia e melhorando para montador consegui atingir 220 dólares por dia. Trabalho das 8 as 17. Seg a sex. Faço bicos pro meu patrão pra limpar piscina, tirar sapo de de trocar de casa, cortar a grama e já cheguei a ganhar 7000 dolares em 48 horas pra reformar umas janelas com cupim. Aluguel em torno de 800 dólares mas se eu quiser uma casa com backyard pago 1500 e com meu salário posso bancar um luxo desses. Ou seja, na média tiro 5k mês, pago seguro saúde por fora, tenho minha carteira de motorista. Oq brasileiro não vê é que na América vc consegue se vc quiser, se vc quiser vencer vc vence. No Brasil não, mesmo com estudo vc só vence se tiver um parentr político para te apadrinhar, se vc for gênio em alguma área ou do serviço público. Temos de parar de acreditar nesses ditos benefícios e acordar pra realidade. Eu só vejo mexicanos indo pros USA ilegalmente e não vindo pro Brasil onde é fácil de se legalizar, votar e ganhar bolsas do governo. Enfim. Já respondi na justiça por problemas de trânsito e fui pra corte aqui e em nenhum momento minha legalidade foi questionada. O país é muito mis justo e a régua muito mais fácil de passar do que nos países que se dizem socialistas e igualitários. Se vc tiver com parceiro então, aí da melhor, vão ser duas rendas. Se a pessoa não for cagona, mete as caras mesmo que arrependimento não há.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi anônimo! Obrigada pelo seu comentário e por dividir a sua experiência e opinião. :-)

      Delete

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!