Como tirar Cristo do Natal se Ele nunca esteve lá?

Você já parou para pensar que nem todo mundo nesta época do ano celebra Natal?
Que pra estas pessoas, Jesus, Papai Noel, Árvore de Natal, troca de presentes não faz sentido nenhum?
Pois é, pra maioria esmagadora dos brasileiros - mesmo aqueles que não são cristãos - estão acostumados com as festividades e já ouviram a história do Natal, já que o Brasil é um país onde a cultura cristã é bastante difundida. Então desejar Feliz Natal para as pessoas se torna uma coisa automática, não é mesmo?
Aqui todo ano tem sempre uma polêmica sobre os cristãos reclamarem de que estão cada vez mais querendo tirar "Christ of Christmas" ( "Cristo do Natal"), por causa dos termos politicamente corretos,  muitos chamam a Árvore de Natal de "Holiday Tree", e as festas de final de ano de "Holiday Party" e é cada vez mais comum ver cartões e pessoas desejando "Happy Holidays" ao invés do "Merry Christmas".  Este extremo cuidado de não "magoar" ninguém às vezes chega ser um pouco irritante, mas como cristã, isso não me incomoda de forma alguma porque o que importa é o que o o Natal realmente signifca pra você e como você celebra, porque convenhamos, sair por aí gastando fortunas para comprar presentes e preparar banquetes e ficar estressado no processo não me parece uma forma muito cristã de celebrar o nascimento de Jesus.
Ontem conversando com uma amiga muçulmana tive uma outra perspectiva sobre o assunto. Pra eles, o Natal não faz sentido algum já que eles não celebram aniversário. E achei interessante ela me dizendo que pra ela, Natal é apenas mais um feriado para que ela possa passar com a família. Acho que as pessoas judias que comemoram Hanukkah devem sentir a mesma coisa. E fiquei tentando imaginar como deve ser pra eles viverem numa cultura tão diferente, eles simplesmente aceitam as celebrações, enfeites e costumes só para sentir parte da sociedade - mesmo que não tenha nenhum sentido religioso, ou simplesmente ficam na deles?
Deve ser a mesma coisa que uma pessoa que more em um país muçulmano deve sentir por exemplo, na época do Ramadã, onde eles jejuam durante o dia inteiro, lojas fecham, a rotina das pessoas mudam. Como será que eu me comportaria vivendo numa sociedade tão diferente da minha?
Por isso que é tão importante que se ganhe conhecimento e principalmente respeito por outras pessoas e outras culturas. Eu não sei muito sobre Hanukkah por exemplo, mas sei que os judeus fazem uma celebração por 7 dias no mês de dezembro, porque nas lojas sempre tem o Menorá (aquele castiçal para colocar 7 velas) e cartões desejando feliz Hanukkah nesta mesma época do ano.
Por este motivo, comecei a pensar nos famosos cartões de Natal que por aqui as pessoas levam muito a sério. Você pode ficar um ano inteiro sem ouvir falar da pessoa, mas se ela tem uma grande consideração você entra na famosa "Christmas card list" e recebe um cartão da família. Quem tem crianças fazem cartões com fotos das crianças ou da família inteira (o que eu acho um barato porque você vai acompanhando o crescimento delas!). Muitas pessoas fazem cartões pela internet e enviam o famoso "Boas festas" (Happy Holidays) pra não ofender ninguém, mas eu sempre enviei cartão de Merry Christmas até mesmo para alguns amigos que não tinham religião cristã. Eles entendem que estou enviando de bom coração e sempre escrevo mensagem de um ótimo próximo ano - o que geralmente as pessoas não escrevem.
Após a conversa com a minha querida amiga, decidi que este ano vou escrever Merry Christmas para os meus amigos que sei que comemoram o Natal e para os outros Happy Holidays está perfeitamente adequado. Não vou deixar de ser menos cristã por causa disso e não vou tirar Cristo do meu Natal, mas acho que faz mais sentido enviar um cartão desejando muitas coisas boas para esta pessoa do que escrever simplesmente Feliz Natal. Não que a pessoa se sentirá ofendida, mas não terá nenhum significado especial, da mesma forma que eu não ficaria ofendida se alguém me desse um cartão de Happy Hanukkah (o que nunca aconteceu).
O que importa mesmo é que os sentimentos de amor, de paz, respeito e de esperança sejam compartilhados entre as pessoas que estão ao nosso redor, independente de sua religião. E isso deveria acontecer todos os dias, não somente nesta época de Natal.

Comments

  1. Sim, sentimentos de paz, amor e coisas boas podem ser enviados independente da época do ano e sem precisar esperar por uma data especial... mas a época das festas parece que tem um quê a mais (acho que é o tal do "espírito natalino") que impulsiona não só boas palavras como também boas ações, não é mesmo?
    Em relação à questão da cristandade do Natal, bom... até agora eu pensava que, sendo eu cristã e sendo o Natal uma festa cristã, seria de boa enviar mensagem de feliz Natal, pois mesmo que a pessoa não fosse cristã eu estaria enviando meus melhores desejos, ou desejando o melhor desde meu ponto de vista. Porém, agora que li o teu texto, estou considerando outras coisas. O que aconteceria se alguém me enviasse um cartão de Hanuká? Bom, eu apreciaria a intenção da pessoa, mas não conseguiria entender o que ela está querendo me passar/desejar. Ficaria meio "ah, ta bom", sabe?
    Por exemplo, eu sou cristã, mas não sou católica. Feriados católicos, como padroeiras, aparecidas, nossas senhoras, corpus christi, para mim são muito bemvindos porque posso ficar em casa, mas não tem um significado além disso. Imagino que seja algo assim que acontece com outras religiões em relação ao Natal.
    Acho que é algo que preciso considerar.
    Mas enfim, como você mesma disse, aí nos EUA a diversidade é bem maior. Acho que não conheço ninguém no Brasil que celebre Hanuká ou mesmo que seja muçulmano. No Brasil o Natal é meio que universal.
    Porém, e já aproveitando o gancho para outro comentário, tem algo que me deixa bastante irritada e é que as pessoas realmente querem desconstruir o Natal.
    Porque o Natal é uma festa cristã que comemora o nascimento de Cristo. Natal = nascimento. Acho que quanto a isso não há dúvidas. Mas muitos querem simplesmente ridicularizar o caráter cristão do Natal, nossa, já ouvi cada quantidade de absurdos, de ofensas, de desrespeito com a figura de Deus, de Cristo, que é puro Amor... acho que quem não quiser ter Cristo em sua vida, em seu Natal, beleza. Não precisa comemorar se não quiser, não precisa cantar Noite Feliz que ninguém obriga...
    Bom acho que me estendi demais e já fui para um assunto que nem era do post hahaha. #desabafo.
    Um abraço!
    E Feliz Natal!

    ReplyDelete
    Replies
    1. hahaha, a Mari não falou demais no comentário não. Concordo que Natal só tem sentido com a comemoração de Jesus, e existe sim uma força muito grande para transformar este feriado numa coisa secular, onde o consumismo corre solto!
      Engraçado como a gente começa a pensar sobre certas questões só depois que se depara com realidades diferentes da nossa.
      Pra mim Cristo é, sempre foi e sempre será o único motivo de celebração nesta época do ano, mas a gente precisa respeitar as pessoas que não tem esta mesma perspectiva.

      Delete
  2. Tanta coisa a pensar, li um dia desses que uma escola na Itália com tradição em celebrar o Natal cancelou a celebração para não ofender os que não celebram. Sinceramente, não acho que continuar a celebração seria uma ofensa ou uma imposição, fico me perguntando se escolas com cultura diferente, em outros países iriam fazer o mesmo a respeito de suas crencas e tradição. Claro, celebrar o Natal, ser convicto de que é cristão é importante, mas me parece que no futuro teremos medo de dizer em público que somos Cristãos com medo de ofender alguém. Se o mês de dezembro não tem significado para alguém eu simplesmente não envio cartão, agora como a Mari falou, poderia enviá-lo em outros momentos. Gosto do exemplo da Mari sobre os feriados católicos, para ela não tem significado e tudo bem com isso, seria necessário os católicos não citá-los para não ofender outras religiões? Penso que não. Que cada um celebre o que acredita, não acho que ninguém deveria se ofender com isso. Não sei se é uma comparação correta, mas gosto de pensar no exemplo de uma família que tem uma tradição e regras em casa, aí recebe novos moradores que não concordam, não aceitam e querem mudar tudo. Não sei se me fiz entender, faz tempo que estou querendo comentar neste post e não consegui organizar as ideias direitos.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Kel!
      Entendo o que você quis dizer sobre a mudança de regras. Acho que não se deve deixar de falar sobre o Natal pra não ofender outras pessoas, mas precisamos nos lembrar de que nem todo mundo comemora Natal nesta época do ano. Aqui nos EUA eles se preocupam demais em ser politicamente correto, então muitas empresas por exemplo falam em Festas e Holidays... agora não sei se você ficou sabendo que um monte de gente ficou "ofendido" com os copos de Natal da Starbucks este ano porque eles são simplesmente vermelhos. As pessoas alegavam que eles estavam tirando o Natal deles. Agora eu me pergunto, desde quando decoração de copo da Starbucks tem alguma coisa a ver com Natal?!

      Delete
    2. Fiquei sabendo sobre o starbucks, concordo com você. rsrs

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe