Cem Dias Entre Céu e Mar

Ontem terminei de ler o livro "Cem Dias Entre Céu e Mar" do Amyr Klink e já estou com saudades do Amyr, do barco dele e das aventuras.
O livro conta a travessia a remo do Amyr da Costa da África até a Bahia em 1984. A primeira pessoa a cruzar o Oceano Atlântico a remo.
Já tinha visto entrevistas do Amyr Klink na televisão e foi paixão a primeira vista. Sério, sereno, cheio de histórias boas pra contar, bom humor e principalmente cheio de motivação.
Corri atrás dos livros dele, mas queria o exemplar em português porque tradução nunca é a mesma coisa. Tentei achar os livros dele 2 anos atrás quando fui pra São Paulo mas não obtive sucesso. Pulei de felicidade quando encontrei um dos seus livros na livraria Cultura, infelizmente só pude começar a ler agora porque ele ficou no meio da pilha de livros que ganhei/comprei e ainda não li. Quanto arrependimento de ter demorado pra abri-lo, mas acho que a leitura veio em boa hora.  É uma leitura simples, contagiante, sincera e motivadora.
Se eu pudesse, daria um abraço no Amyr que agora deve ter lá pelos seus 60 anos de idade. Não tenho a menor noção de linguagem de navegação, barco, mas não importa. Aprendi muitas coisas com ele neste livro.
A principal, sem dúvida é não desistir do seu sonho. Por mais louco que pareça. Muitas pessoas vão aparecer no caminho para apontar os erros nos seus planos, dizer que é impossível, tentar te fazer parar. Mas haverão muitas outras que irão acreditar, apoiar, ajudar, incentivar, torcer e te acompanhar durante a aventura. O próprio Amyr diz que ele não cruzou o Atlântico sozinho, porque pra se tornar possível a viagem muita gente esteve envolvida no projeto.
E o sucesso dele foi sem dúvida planejamento. Pra ele poder colocar o barco na água foram 2 anos de planejamento. 2 ANOS DE PLANEJAMENTO. Sei bem o que ele quer dizer porque já passei por esta fase. A quieta e inquietante fase do planejamento para que o sonho se torne real.
Nunca indico livros, mas se puder leia este. Já estou planejando comprar os outros das aventuras para a Antarctica. Se não puder ler, gostaria de dividir um pouco o que aprendi com ele, independente de quais sejam os seus planos e objetivos nesta vida:

Acredite em você mesmo e no seu sonho. Se você não o fizer, ninguém fará por você. Planeje minuciosamente e tenha paciência. Muita paciência. Prepare-se fisicamente, financeiramente, emocionalmente, espiritualmente. Esteja preparado para as adversidades e imprevistos. A única certeza é que em algum lugar no caminho, eles acontecerão. Feche os ouvidos para aqueles que tentam desanimar. Aceite ajuda de outras pessoas. Saiba a quem compartilhar as suas dúvidas, temores. Há muita gente boa por aí neste mundo. Aproveite cada minuto da jornada, pois você trabalhou duramente para chegar onde chegou. Não desanime, haverão muitos dias de tempestade, mas o Sol vai sempre voltar a brilhar. Isso é garantido. Nada cai do céu, a não ser chuva. Trabalhe arduamente. Esta é sua jornada e de mais ninguém.

"Descobri como é bom chegar quando se tem paciência. E para se chegar, onde quer que seja, aprendi que não é preciso dominar a força, mas a razão. É preciso, antes de mais nada, querer." - Amyr Klink

Comments

  1. Nossa! Amei seu recado sobre o que aprendeu com ele! Lindo! Perfeito! Copiei pra não esquecer (estou nessa jornada eterna até conseguir me mudar de vez pra morar com meu marido na Inglaterra) e às vezes bate o desânimo mesmo. Obrigada pelas palavras.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Não desanime Luciana. Todo trabalho vale a pena pra chegermos ao nosso objetivo e conquistar os sonhos. No momento em que estamos passando pelas dificuldades o tempo parece não passar, mas as tempestades nunca duram pra sempre.

      Delete
  2. Que lindo! Amei a dica! Já ouvi falar dele mas só como um nome. Não sabia sequer qual era a área dele. Acho que é o tipo de livro que eu teria deixado passar batido, mas sabe que me animei com a sua recomendação? Vou até procurar se tem na livraria que eu tenho um vale presente para trocar e pretendo ir por estes dias.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Mari! Que bom que você gostou da indicação. Agora estou atrás dos outros livros dele. Tanto pra ensinar! Acho que você vai gostar.

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe