Quimioterapia & Lupus

Semana passada a cantora Selena Gomez confirmou publicamente que ela foi diagnosticada com Lupus. Sempre houveram rumores de que ela tinha a doença, mas as pessoas ficaram surpresas em saber que ela sumiu dos holofotes para tratá-la com quimioterapia. Ela não comentou muito  sobre o assunto e algumas pessoas ficaram em dúvida o que é que Lupus tem a ver com tratamento quimioterápico.
Pois bem, vim aqui fazer a minha parte e esclarecer um pouco sobre o assunto já que também fui diagnosticada com Lupus e também fiz tratamento com quimioterapia. Mais uma vez vale lembrar que Lupus é uma doença auto-imune, ou seja, o sistema imunológico começa a atacar células e órgãos saudáveis do próprio corpo. É uma doença que atualmente não tem cura, e que tem sintomas variados e pode ser fatal se não for tratada adequadamente. Lupus não tem nada a ver com câncer (células malignas crescem incontrolavelmente).
Quando há comprometimento do funcionamento de órgãos vitais como coração, rins e pulmão, tratamentos mais agressivos são escolhidos para fazer com o que o sistema imunológico "páre de funcionar" dando assim uma chance para o corpo se recuperar e o órgão afetado voltar a funcionar normalmente. Este medicamento é chamado de imunossupressante, ou seja, é um tipo de quimioterapia que cessa a produção de glóbulos vermelhos e brancos da medula óssea.
Vale a pena ressaltar que este não é um tratamento "comum" para Lupus, é administrado em casos graves em que a doença está agressiva demais para ser tratada com outros medicamentos. Somente um médico pode avaliar a sua condição e é necessário um monitoramento constante para que a pessoa não contraia nenhuma infecção. Geralmente a quimioterapia é feita por alguns meses e depois com a melhora do quadro do paciente outros medicamentos são administrados.
Não sei qual a gravidade e qual órgão envolvido pela Lupus a cantora Selena Gomez teve, mas imagino o que ela deve ter passado principalmente como uma figura pública, porque  durante o tratamento com a combinação de outros medicamentos pode haver aumento/perda de peso e queda de cabelos. Você está lutando para sobreviver, pro seu próprio corpo não se auto-destruir e ainda precisa lidar com as manifestações exteriores da doença e os olhares críticos e língua maldosa das pessoas.
Eu não perdi totalmente o meu cabelo durante o tratamento que durou 6 meses, mas afinou muito e chegou um momento que tive que cortar bem curto. Aliado a isso o meu rosto inchou bastante e algumas pessoas não me recoheceram quando eu fui ao Brasil. Imagina como deve ser difícil para alguém que o trabalho e a vida inteira gira em torno de uma imagem perfeita?
Espero de coração que ela esteja recuperada 100% e que continue cuidando da sua saúde e que use a sua imagem para trazer mais conscientização sobre esta doença desconhecida e mal-interpretada por muitos.
E que nós possamos ter um olhar de mais compaixão para com as pessoas que sofrem de "doenças invisíveis" como Lupus, pois muitas vezes a pessoa não aparenta estar doente mas está sofrendo com muitas dores e problemas com órgãos internos que ninguém vê.

Comments

  1. Fiquei chocada com os comentários sobre a Selena. Triste. Mas que bom que ela está se tratando. Não deve ser uma luta fácil. Não entendo muito bem sobre essa doença e acho que conheci sobre ela através do seu blog, mas espero de todo coração que vocês possam vencer essa luta.
    Um beijo grande

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada pelo carinho Paula!
      Realmente a Lupus é uma doença que não é muito conhecida e como é uma "doença invisível" a pessoa geralmente não aparenta estar doente então é até mesmo difícil de ser diagnosticada. Espero que o falatório em torno da Selena traga mais conhecimento para as pessoas e se Deus quiser possa ser encontrada a cura!

      Delete
  2. Há um mês, mais ou menos, descobri o lúpus. Está muito difícil e confuso, principalmente porque venho ficando internada diversas vezes e os remédios parecem não fazer efeito. Faço o uso de reuquinol, prednisona e muitos anti-inflamatórios para tentar amenizar a dor. Nem pra escola posso ir mais, por estar bem mal mesmo. A médica que está me ajudando (já que ela, apesar de ser reumatologista, não atende como especialidade no posto que eu vou) disse que talvez tivesse que passar uns remédios "mais fortes", e que eles abaixariam muito a minha imunidade, mas que ela queria evitar o máximo isso. Estou com medo dela estar falando sobre quimio. Você acha que é possível?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Puxa Nanda, eu sinto muito que você tenha que passar por isso. O começo é sempre mais difícil até acertar a medicação correta que irá controlar a inflamação do corpo e evitar que algum órgão seja danificado. Tente procurar o acompanhamento de um especialista e talvez você nem precise usar a quimioterapia. Existem vários medicamentos que são consideradors imunossupressores que baixam a imunidade, controlando assim a Lupus e quimioterapia é apenas um deles. Espero que você encontre o tratamento ideal pra você e melhore desta crise.

      Delete

Post a Comment

Deixe seu comentário, dúvidas, sugestões ou perguntas para a Paulistana na Califórnia!
Seu comentário será lido e respondido assim que possível!
Obrigada!!

Popular posts from this blog

É legal viver ilegal nos EUA?

...

O dia que a professora de espanhol quase enfartou em classe